Religião

Cardeal Patriarca alerta que sociedade precisa "reencontrar" o sentido de vida

Cardeal Patriarca alerta que sociedade precisa "reencontrar" o sentido de vida

 

Lusa/AO online   Nacional   29 de Nov de 2009, 17:48

O cardeal patriarca de Lisboa defendeu hoje que a sociedade precisa de "reencontrar o sentido da vida e da sua identidade cultural", perdidos perante a crise económica, a sensação de corrupção generalizada e os ataques à estrutura da família.

"A crise económica e as dificuldades reais, por vezes dramáticas, sentidas hoje por muitos portugueses, desloca facilmente os objectivos da esperança; a sensação, veiculada pela comunicação social, da corrupção generalizada, mina a confiança na sociedade e faz brotar um clamor profundo pela justiça", defendeu Dom José Policarpo na sua homilia, por ocasião da cerimónia de ordenação de sacerdotes, que decorreu hoje à tarde no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. O cardeal patriarca lembrou que, para os católicos, esta é a altura do Advento e que isso significa "tempo de esperança" da qual, no entender de Dom José Policarpo, a "sociedade bem precisa". "A discussão pública, agora em curso, sobre possíveis decisões que ferem a dignidade da família, na sua base antropológica e na sua solidez institucional, leva a substituir as posições solidamente assentes em valores perenes de ordem espiritual e moral pelo calor apaixonado da discussão", apontou. Para o cardeal patriarca é preciso questionar qual o melhor modo de "anunciar a esperança aos portugueses" e de "perceber o que esperam". No entender de Dom José Policarpo, os cristãos estão perante um desafio e se optarem por estar no mundo sem "exprimirem na sua acção e reacção, a luz e a força desse encontro [com Cristo]", estarão a cometer "talvez a mais grave" das manifestações de "infidelidade". "São cristãos, mas estão no concreto da vida com os critérios culturais profanos: na cultura ambiente, na circunstância política ou ideológica, nos triunfos e revezes da economia. Não se lhes pode aplicar a frase de Jesus: "Vós sois a luz do mundo"", sublinhou Dom José Policarpo na sua homilia. Dos sete diáconos que hoje se apresentaram para serem ordenados sacerdotes, dois pertencem ao Seminário dos Olivais, em Lisboa, enquanto os restantes cinco vêm do Seminário Missionário Arquidiocesano Redemptoris Mater, também em Lisboa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.