Espaço

Cápsula russa chega à Estação Espacial Internacional


 

Lusa/AOonline   Internacional   14 de Out de 2008, 12:04

A cápsula espacial russa Soyouz, que transporta o turista norte-americano Richard Garriott, chegou estya terça-feira à Estação Espacial Internacional (ISS), anunciou o serviço de imprensa do Centro de controlo de voos espaciais de Moscovo.
A ligação entre a Soyouz e a ISS, efectuada em regime automático, ocorreu às 12:26 de Moscovo (8:26 de Lisboa).

    A tripulação da Soyouz TMA-13 é composta pelo cosmonauta russo Yuri Lontchakov, pelo astronauta norte-americano Michael Fincke e por Richard Garriott, filho do antigo astronauta da NASA Owen Garriott, que em 1973 passou dois meses no espaço a bordo do Skylab.

    A abertura da comporta que separa a cápsula da estação estava prevista para as 13:55 de Moscovo (09:55 de Lisboa), de acordo com à agência noticiosa russa Ria Novosti.

    Richard Garriott, de 47 anos, encontrará na estação Sergei Volkov, também ele filho de um antigo cosmonauta, o russo Alexander Volkov.

    O turista norte-americano, que fez fortuna na indústria dos jogos de computador, pagou 30 milhões de dólares (cerca de 21,8 milhões de euros) para seguir as pisadas do pai e realizar um sonho de infância. Deverá passar duas semanas a bordo da ISS.

    É o sexto turista espacial depois dos norte-americanos Dennis Tito (em 2001), Greg Olsen (2005) e Charles Simonyi (2007), do sul-africano Mark Shuttleworth (2002), e da norte-americana de origem indiana Anusheh Ansari (2006) - engenheira especialista em telecomunicações e a primeira mulher a fazer turismo no espaço.

    Os seus dois companheiros de viagem, Yuri Lontchakov e Michael Fincke - próximo comandante da ISS -, vão prosseguir a expansão da ISS, que de futuro poderá acolher seis astronautas. Actualmente recebe três.

    Richard Garriott participará em várias experiências preparadas pela NASA: medir os efeitos de um voo espacial no sistema imunitário, estudar as características do sono dos astronautas ou os efeitos da microgravidade sobre o meio ambiente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.