Candidatura de Santana Lopes "é absolutamente consensual"

Candidatura de Santana Lopes "é absolutamente consensual"

 

Lusa/AO Online   Nacional   17 de Dez de 2008, 09:40

O vice-presidente do PSD José Pedro Aguiar Branco afirmou hoje que a candidatura de Pedro Santana Lopes à presidência da Câmara Municipal de Lisboa nas autárquicas de 2009 “é absolutamente consensual”.

    “É absolutamente consensual. Colheu o apoio da estrutura distrital que o indicou e da Comissão Política Nacional, que hoje aprovou o nome e também o de Ricardo Rio para Braga. Nós estamos confiantes que são dois grandes candidatos para poder ganhar as eleições”, declarou Aguiar Branco aos jornalistas, na sede do PSD, onde terça-feira à noite se reuniu o Conselho Nacional social-democrata.

    A aprovação da candidatura de Pedro Santana Lopes pela Comissão Política do PSD foi anunciada no final da tarde de terça-feira pelo vice-presidente e coordenador autárquico do partido Manuel Castro Almeida.

    No mesmo sentido da declaração de José Pedro Aguiar Branco, Castro Almeida disse tratar-se de “uma escolha totalmente pacífica”, considerando-a “uma escolha muito entusiasmante”.

    Questionado sobre como se explica a candidatura de Santana Lopes a Lisboa depois do confronto que este teve com Manuela Ferreira Leite nas directas de 31 de Maio para a liderança do PSD, Aguiar Branco respondeu que “o plano em que se deu a disputa é um quadro diferente deste que se coloca hoje”.

    O vice-presidente do PSD afirmou que a actual direcção quer um partido inclusivo e acrescentou que “o dr. Santana Lopes é um quadro importante do partido”.

    “Foi indicado pela estrutura distrital, é com toda a unidade e consensualidade que esta escolha surge. Não há nenhum engolir de sapo, há uma escolha normal de um partido democrático”, reforçou, em resposta à comunicação social.

    Perante a pergunta “como é que um candidato que foi derrotado em eleições nacionais pelos portugueses é um bom candidato à Câmara Municipal de Lisboa”, Aguiar Branco respondeu que Santana Lopes “seguramente que irá demonstrar precisamente daqui até lá que não só é um bom candidato como vai ser um candidato vencedor”.

    À entrada para o Conselho Nacional do PSD, o deputado Luís Montenegro declarou-se favorável à candidatura de Santana Lopes, bem como o ex-candidato à liderança do partido Pedro Passos Coelho, que já tinha considerado que o ex-primeiro-ministro seria “um nome forte” para a Câmara de Lisboa.

    Na terça-feira à noite, Passos Coelho considerou que Santana Lopes “é com certeza um bom candidato”, referindo que este “foi primeiro-ministro, foi presidente do PSD, foi presidente da Câmara Municipal de Lisboa”, e congratulou-se porque “finalmente se resolveu” a questão da candidatura a Lisboa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.