Candidato à liderança do PSD/Açores defende melhoria de acessibilidades à Terceira

Candidato à liderança do PSD/Açores defende melhoria de acessibilidades à Terceira

 

Lusa/Ao online   Regional   16 de Set de 2018, 18:57

O candidato à liderança do PSD/Açores Pedro Nascimento Cabral defendeu hoje a necessidade da melhoria das acessibilidades à ilha Terceira e uma “solução definitiva” para o porto da Praia da Vitória.

“Não se compreende como é que ainda não existe uma solução definitiva para o porto da Praia da Vitória. É preciso, com urgência, definirmos que tipo de operacionalidade é a mais adequada para potenciarmos o porto da Praia da Vitória, com uma dupla perspetiva, designadamente uma que privilegie a posição dos Açores a meio do Atlântico Norte, conferindo-lhe uma vertente internacional, e outra mais voltada para a dinamização do comércio interno dos Açores, de que tanto necessitamos”, adiantou, citado numa nota de imprensa.

Pedro Nascimento Cabral reuniu-se na ilha Terceira com o presidente da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo, com a Associação Agrícola da Ilha Terceira e com os moradores do Bairro de Santa Rita, junto à base das Lajes.

O candidato social-democrata disse que é preciso “olhar com particular atenção ao grave problema de seca, que afetou principalmente a ilha Terceira” na região.

“Os lavradores, além de ficarem impedidos de recuperar o investimento que fizeram na produção do milho, encaram agora a necessidade de comprarem alimento para o gado, fazendo com que fiquem com um duplo prejuízo”, frisou.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os Açores registaram uma quebra de precipitação desde o mês de abril. Entre maio e julho, a ilha Terceira atingiu um grau de seca extrema, as ilhas de Santa Maria, São Miguel e Flores estiveram em seca severa e a ilha do Faial em seca moderada.

Quanto ao Bairro de Santa Rita, de onde já foram despejadas 14 famílias, Pedro Nascimento Cabral defendeu que é preciso encontrar uma solução política.

“É preciso estabelecer um acordo definitivo sobre este assunto que envolva a autarquia local, o Governo Regional e o Governo da República”, apontou.

Em causa está um bairro construído na década de 1950, em terrenos arrendados, para acolher militares norte-americanos colocados na base das Lajes, numa altura em que o parque habitacional da ilha Terceira tinha uma capacidade limitada.

Na década de 1990, as casas foram vendidas a portugueses, mas os terrenos nunca chegaram a ser comprados e o diferendo entre moradores e proprietários tem-se arrastado há anos nos tribunais.

O advogado Pedro Nascimento Cabral disputa a liderança do PSD/Açores, em 29 de setembro, com o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio.

O atual líder regional do partido, Duarte Freitas, disse que não se recandidatava por “falta de condições pessoais e familiares”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.