Câmara de Vila do Porto atribui bolsas mensais de 150 euros a universitários

Câmara de Vila do Porto atribui bolsas mensais de 150 euros a universitários

 

Lusa/AO online   Regional   26 de Dez de 2013, 11:38

Estudantes universitários de Santa Maria vão poder beneficiar a partir de janeiro de 2014 de bolsas de estudo atribuídas pela câmara, que pretende ajudar alunos carenciados com apoios mensais de 150 euros.

“Trata-se de uma bolsa de estudo que tem a duração de 10 meses por ano, no valor de 150 euros por mês, e será atribuída a alunos que tenham bom aproveitamento e que queiram prosseguir os seus estudos, mas que tenham dificuldades financeiras”, disse o presidente da Câmara Municipal de Vila do Porto (o município corresponde a todo o território da ilha), Carlos Rodrigues, em declarações à Lusa.

As bolsas começam a ser atribuídas "a partir de janeiro, porque este ano letivo já arrancou, mas nos próximos anos o apoio será sempre a partir de outubro", referiu ainda o autarca, acrescentando que as candidaturas estiveram abertas no ‘site’ da câmara e "estão a ser analisadas".

As bolsas, que duram até que o estudante conclua a sua licenciatura, destinam-se a estudantes que estejam em qualquer universidade do país, inclusive na dos Açores, e "não existe obrigação de o aluno voltar à terra, mas a sua atribuição depende de aproveitamento escolar".

De acordo com o autarca, serão analisadas até três candidaturas por ano.

"Ou seja, no primeiro ano três alunos. No segundo, estes três se tiverem bom aproveitamento, mais outros três e no terceiro já são nove até ao final de curso de cada um", explicou, justificando a criação desta bolsa com o facto de existirem alunos com muita vontade de prosseguir estudos mas que realmente não o conseguem por meios próprios.

Várias autarquias nos Açores têm vindo a privilegiar a atribuição de bolsas de estudo a alunos carenciados, apoiando as famílias que não têm posses para manter os filhos nas universidades.

Recentemente, por exemplo, a Câmara Municipal da Lagoa, em São Miguel, anunciou que vai voltar a apoiar jovens estudantes do concelho com a atribuição de treze renovações de bolsas de estudo, um investimento municipal de "14.250 euros para jovens que residem no município há mais de três anos e que frequentem estabelecimentos de ensino no concelho".

"Os beneficiários das treze bolsas de estudo frequentam mestrados em Psicologia da Educação; Direito Internacional e Relações Públicas; Medicina; Energias Renováveis – Conversão elétrica e utilização sustentável; Educação Básica e Mestrado em educação pré-escolar; e nos cursos de Ciências Biológicas e da saúde; Relações Internacionais; Serviço Social; Enfermagem; Psicologia; Arquitetura; Informática – redes e multimédia, nas universidades de Lisboa, Nova de Lisboa, do Minho e dos Açores", de acordo com a câmara.

Desde o ano letivo de 2006/2007 a Lagoa já atribuiu 96 bolsas de estudo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.