Design

CaetanoBus, Larus e Silampos conquistam prémios nacionais de design


 

Lusa/AO Online   Economia   8 de Nov de 2009, 11:10

As empresas CaetanoBus, Larus e Silampos conquistaram este ano os principais galardões dos Prémios Nacionais de Design atribuídos pelo Centro Português de Design (CPD) no congresso que encerrou sábado à noite, em Lisboa.

Depois de uma interrupção para reorganização do CPD, actualmente presidido pelo designer Henrique Cayatte, os galardões ganharam este ano um novo impulso e voltaram a ser atribuídos, ficando a partir de agora com uma periodicidade bienal, disse fonte da entidade à Agência Lusa.

Os Prémios Nacionais de Design, posteriormente chamados Prémios Sena da Silva, fundador do CPD, tiveram duas edições desde a sua criação, em 2002, e visam distinguir e promover as melhores práticas de design que contribuam para a inovação, a competitividade, o desenvolvimento económico e o seu impacto na sociedade.

Este ano foram instituídas duas nova categorias para jovens designers, baptizadas com os nomes de outros dois nomes importantes do design em Portugal: o Prémio Daciano da Costa, que distingue e promove as capacidades e competências na área de Equipamento/Industrial, e o Prémio Sebastião Rodrigues para a área de Comunicação/Gráfico.

Este ano, além dos galardões Sena da Silva para Design Equipamento/Industrial atribuídos às três empresas, foi ainda entregue um Prémio Empresa na mesma área às empresas Almadesign, Larus e TemaHome, o Prémio Design Gráfico/Comunicação para as empresas Alert Life, Policarpo&Varejão, e ao designer João Bicker.

Foi ainda atribuído um Prémio Design de Ambientes à empresa P-06 Atelier, Ambientes e Comunicação, e um Prémio Design de Moda/Têxtil à empresa Miguel Rios Design.

O Prémio Daciano da Costa foi atribuído ao designer Bruno Daniel Vieira Gomes e o Prémio Sebastião Rodrigues foi para Carlos Rosa.

O júri foi presidido por Henrique Cayatte, e ainda composto pela designer Beatriz Vidal, vice-presidente do CPD, Suzana Ferreira, em representação da Caixa Geral de Depósitos, patrocinadora dos prémios, Pedro Matias vice-presidente do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas, Bárbara Coutinho, directora do Museu do Design e da Moda, e o designer Nuno Sá Leal, pela Associação Portuguesa de Designers.

Foi também composto pelos designers de várias áreas Eduardo Afonso Dias, Francisco Providência, Filipe Alarcão, Eduarda Abbondanza e Ana Campos.

O congresso, que começou sexta-feira na Culturgest, contou com especialistas portugueses e estrangeiros - de Espanha, Itália, Reino Unido e Finlândia - para falar sobre "Desafiando o desafio de Bolonha" e "Design para um mundo melhor".

António Câmara, da Ydreams, Jan Stavik, presidente do The Bureau of European Design Associations, Christian Guellerin, presidente do The Cumulus International Association of Universities and Colleges of Art, Finn Petrén, presidente da Design for All Europe e Carlos Hinrichsen, presidente do Internacional Council of Societies of Industrial Design, foram alguns dos participantes convidados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.