Açoriano Oriental
Bruxelas aprova síntese de projeto de conservação da natureza para Santa Maria

A Comissão Europeia aprovou a nota de síntese da candidatura para financiamento, pelo Programa para o Ambiente e a Ação Climática (LIFE), de ações para a conservação de moluscos endémicos de Santa Maria. 

Bruxelas aprova síntese de projeto de conservação da natureza para Santa Maria

Autor: Lusa/AO Online

A informação foi avançada numa nota do Governo dos Açores, adiantando que a proposta final deve ser submetida à Comissão Europeia até 15 de fevereiro de 2021 e visa preservar um conjunto de moluscos endémicos da ilha de Santa Maria que estão "criticamente ameaçados de acordo com as listas vermelhas da IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza".

O projeto LIFE SNAILS - Support and Naturalization in Areas of Importance for Land Snails (Apoios e naturalização em áreas importantes para os caracóis terrestres) contempla um investimento de dois milhões de euros a executar em cinco anos, a partir de 2022, na ilha de Santa Maria, com "o objetivo de melhorar o habitat disponível, permitindo a recuperação, a médio prazo, das populações das espécies-alvo".

Pretende-se concretizar trabalhos de "recuperação de habitats, incluindo o controlo de espécies exóticas invasoras e a plantação de flora endémica, bem como dinamizar boas práticas, soluções piloto e de demonstração para aumento de habitats em terrenos privados".

Este projeto inclui ainda "um regime de apoio aos proprietários com vista à instalação de cortinas de abrigo com sebes vivas em áreas agrícolas, integrando a biodiversidade nos processos produtivos e superando a perda e a fragmentação dos habitats".

O Governo dos Açores tem atualmente em execução três projetos LIFE nas áreas da conservação da natureza, o LIFE IP Azores Natura, o LIFE VIDALIA e o LIFE BEETLES, que correspondem a um investimento de 22,7 milhões de euros.

Já foi aprovado pela Comissão Europeia, encontrando-se em fase de revisão, o projeto integrado LIFE IP CLIMAZ – Programa Regional para as Alterações Climáticas nos Açores, com um investimento que deverá rondar os 12 milhões de euros, a iniciar em janeiro de 2021.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.