Belenenses, Moreirense, Santa Clara e Portimonense vencem e chegam-se à frente


 

Lusa/Ao online   Futebol   23 de Dez de 2018, 11:02

Belenenses, Moreirense, Santa Clara e Portimonense, separados por dois pontos do sexto ao nono lugar, respetivamente, venceram para a 14.ª jornada da I Liga de futebol e aproximaram-se do grupo da frente, que entra em ação no domingo.

Com os seis primeiros classificados, à partida para a 14.ª jornada, a jogarem domingo entre si – FC Porto-Rio Ave, Benfica-Sporting de Braga e Vitória de Guimarães-Sporting –, a luta pela conquista de pontos centrou-se no ‘miolo’ da tabela.

O Belenenses venceu em casa por 5-2 o Desportivo das Aves, que chegou à vantagem com um dos golos mais rápidos desta época na I Liga, por Nildo Petrolina, aos 37 segundos, e subiu ao sexto lugar.

Os ‘azuis’, que já não marcavam cinco golos num jogo da I Liga há mais de oito anos, empataram por Licá, aos quatro, mas voltaram a ficar em desvantagem com um golo de Amilton, aos 26.

O Belenenses empatou ainda antes do intervalo e concretizou a reviravolta com golos de Henrique, aos 35 e 71 minutos, Vítor Gomes, aos 54, na própria baliza, e Licá, aos 68.

Sem perder há oito encontros, o Belenenses subiu ao sexto lugar, com 22 pontos – os mesmos do Vitória de Guimarães (quinto) -, enquanto o Desportivo das Aves caiu para 16.º, na zona de despromoção, com 11 pontos, após somar o quarto encontro sem vencer.

O Moreirense recebeu e venceu por 2-1 o Boavista, num encontro em que esteve a perder com o golo de Mateus, aos 17 minutos, mas em que deu a volta por Nenê, aos 28, de grande penalidade, e Arsénio, aos 45+3, já com os ‘axadrezados’ reduzidos a dez por expulsão de Neris, aos 36.

Com este resultado, e apesar do Rio Ave, atual décimo posicionado, com 19 pontos, somar menos um jogo, o Moreirense ascendeu provisoriamente ao sétimo posto, com 22 pontos, enquanto o Boavista segue na 12.ª posição, com 13.

O Santa Clara venceu em casa do Vitória de Setúbal, por 2-0, com golos do iraquiano Osama Rashid, aos 15 minutos, de grande penalidade, e Fábio Cardoso, aos 49, e subiu ao oitavo lugar.

A formação açoriana passa a somar 20 pontos no oitavo posto da tabela classificativa, enquanto o Vitória de Setúbal, que sofreu a terceira derrota consecutiva, ocupa o 11.º lugar, com 17.

Em Santa Maria da Feira, o Portimonense também venceu fora de portas o Feirense, por 1-0, com o único golo a ser apontado pelo brasileiro Dener, aos 68 minutos, e subiu ao nono lugar, com os mesmos 20 pontos do Santa Clara (oitavo).

O Feirense somou o 12.º encontro consecutivo sem vencer no campeonato e desceu ao 17.º e penúltimo lugar, com 10 pontos, com apenas mais três do que o lanterna-vermelha Desportivo de Chaves (18.º, com sete), que no domingo defronta o Nacional, na Madeira.

O Tondela venceu em casa o Marítimo, por 2-1, com o golo decisivo a ser marcado pelo colombiano Cristian Arango, aos 88 minutos, numa altura em que os insulares se encontravam com menos um elemento em campo dada a expulsão de Vukovic, aos 79.

O Marítimo, que somou o décimo encontro sem vencer, adiantou-se no marcador pelo brasileiro Rodrigo Pinho, aos 27 minutos, mas o Tondela deu a volta por Tomané, aos 30, e Arango, aos 88.

O Tondela, que pôs termo a um ciclo de quatro derrotas seguidas na prova, subiu da zona de despromoção ao 14.º lugar, com 12 pontos, enquanto o Marítimo manteve o 15.º posto, o primeiro acima da zona de despromoção, com 11, tal como o Desportivo das Aves (16.º).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.