Navio militar norte-americano resgata 128 imigrantes no Mediterrâneo


 

Lusa/AO online   Internacional   17 de Out de 2013, 16:25

Um navio militar norte-americano resgatou no Mediterrâneo, a pedido das autoridades de Malta, 128 imigrantes que viajavam num bote insuflável, indicou hoje um oficial da Marinha dos Estados Unidos.

 

O navio de transporte anfíbio USS San Antonio recebeu na quarta-feira um alerta das autoridades de Malta, depois de um avião ter detetado uma embarcação em dificuldades.

“Transferimos com sucesso 128 homens com idades entre os 20 e os 30 anos de um bote insuflável para o navio San Antonio”, disse um oficial norte-americano, do contingente destacado em Itália, em declarações à agência noticiosa francesa AFP.

“O bote estava a enfrentar com dificuldade o vento e as ondas e as previsões apontavam para o aumento da agitação marítima durante a noite. Se os tivéssemos deixado lá, provavelmente estariam agora todos no mar”, acrescentou o oficial da Marinha norte-americana.

A mesma fonte indicou que as forças norte-americanas forneceram comida, água, cuidados médicos e um abrigo temporário aos imigrantes.

“Levamos muito a sério a nossa obrigação legal e moral de ajudar aqueles que precisam”, concluiu o oficial.

A Itália reforçou esta semana o seu dispositivo militar no Mediterrâneo, de forma a evitar novas tragédias envolvendo embarcações com imigrantes ilegais a bordo.

Nos últimos 15 dias, dois naufrágios, um a sul da ilha italiana de Lampedusa (no sul da Sicília) e outro nas águas territoriais de Malta, fizeram mais de 400 mortos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.