Açoriano Oriental
Autarquia da Praia da Vitória adjudica obra de beneficiação do Pavilhão Vitalino Fagundes

A autarquia da Praia da Vitória adjudicou a empreitada de reparação dos problemas infraestruturais e de beneficiação do Pavilhão Desportivo Municipal Vitalino Fagundes, habitualmente utilizado pela Associação de Jovens da Fonte do Bastardo.

Autarquia da Praia da Vitória adjudica obra de beneficiação do Pavilhão Vitalino Fagundes

Autor: Susete Rodrigues/AO Online

O anuncio foi feito por Tibério Dinis, presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, no arranque da “Presidência Aberta” à freguesia da Fonte do Bastardo, que decorreu esta segunda-feira, indica nota.

Na ocasião, o autarca visitou a infraestrutura (encerrada há cerca de ano e meio por razões de segurança) e anunciou que “já foi encontrada uma solução técnica” que permitirá reabrir à prática desportiva o pavilhão dentro de 9 meses.

“Este pavilhão foi encerrado há cerca de ano e meio, após os serviços municipais de Proteção Civil terem detetado que oferecia risco de segurança que poderia colocar em perigo os seus utilizadores. A Câmara Municipal da Praia da Vitória, tratando-se da segurança dos seus utilizadores, não hesitou em encerrar a infraestrutura. Ao longo deste tempo, os técnicos do município desenvolveram os trabalhos necessários a encontrar uma solução para o problema, solução técnica que já foi aprovada e a própria empreitada já foi adjudicada”, afirmou Tibério Dinis, citado na mesma nota.

Com um prazo de execução de 9 meses e um custo estimado de 150 mil euros, a reparação do Pavilhão Vitalino Fagundes obrigará à desmontagem de uma das paredes laterais da infraestrutura, à desmontagem de um terço da cobertura e à retirada dos pilares de sustentação do pavilhão do lado onde se verificou a cedência do terreno. Depois serão feitas as correções necessárias à estabilização do solo, construídos de novo os pilares de sustentação do edifício e colocadas as laterais e cobertura do edifício, entre outras pequenas reparações de beneficiação.

“As pessoas podem sempre perguntar se não seria mais viável colocar tudo ao chão e fazer de novo, mas, existindo esta solução técnica, e faltando ainda acabar de pagar o empréstimo que há 15 anos foi feito para pagar a construção deste pavilhão, a Câmara Municipal da Praia da Vitória optou por esta solução, que é viável, muito mais barata e não se perde todo o investimento que foi realizado e que ainda está a ser pago”, explicou o autarca.

Acompanhado de todo o executivo municipal, da presidente da Junta de Freguesia da Fonte do Bastardo, Júlia Faria, e da presidente da Direção da Associação de Jovens da Fonte do Bastardo, Nélia Nunes, o presidente do município destacou a importância do investimento “para que a Associação de Jovens volte a desenvolver toda a sua atividade de treino neste espaço, bem como o trabalho com as suas camadas jovens”, salientando “o entendimento existente com a Força Aérea Portuguesa e com o destacamento americano estacionado na Base das Lajes que permitiu que, nos últimos tempos, a equipa sénior da Associação de Jovens da Fonte do Bastardo tenha utilizado os ginásios da Base para treinar”.

 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.