Atleta vai escalar montanha do Pico de costas

Atleta vai escalar montanha do Pico de costas

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Nov de 2012, 16:47

O atleta luso-brasileiro de 44 anos Etrom de Souza pretende escalar de costas durante este mês os 2531 metros da montanha do Pico um feito que o poderá colocar no livro dos recordes do Guinness.

Carlos de Souza, conhecido por Etrom, é atualmente recordista de marcha invertida e tem vindo a realizar desde 1996 vários desafios no âmbito desta modalidade.

Etrom já passou 24 horas a andar de costas em Sintra e 30 horas sem parar sob temperaturas negativas na Alemanha e fez o trajeto do Marquês de Pombal, em Lisboa, até Fátima, também em ‘marcha atrás’.

No próximo dia 17 de novembro o atleta da Associação de Atletismo de Lisboa realiza o desafio de escalar a montanha do Pico.

“Nunca tinha feito nada em altura e procurei na internet qual seria o ponto mais alto de Portugal. Descobri que era nas Lajes do Pico e mandei um e-mail para a câmara a pedir apoio e eles arranjaram o dinheiro”, contou Etrom à agência Lusa.

O atleta, que terá o apoio de um guia local nesta aventura, confessou que até tem “pavor de alturas”, mas que aquilo que lhe dá mais gosto é desafiar-se a ele próprio.

“Talvez seja meio maluco, mas nesta vida terrena é o desafio que me falta, juntamente com o andar debaixo de água. Tenho vindo a trabalhar musculação e acho que tudo vai sair bem”, afirmou.

Caso consiga concretizar o seu objetivo, Etrom de Souza poderá entrar para o livro do Guinness - cujos responsáveis foram já notificados - como o primeiro homem a escalar o pico mais alto de Portugal de costas.

Etrom de Sousa, que além de praticar boxe também é artista plástico, vai aproveitar a ocasião para doar cinco quadros pintados por si à Santa Casa de Misericórdia.

Antes de partir para os Açores, o atleta luso-brasileiro realiza no sábado na praça do Rossio, em Lisboa, um treino de apresentação de sete horas a caminhar de costas sem parar.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.