PSP

ASPP acusa MAI de "desvalorizar" força policial


 

Lusa / AO online   Nacional   3 de Fev de 2010, 10:28

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP) criticou esta quarta-feira o Ministério da Administração Interna por "desvalorizar" a PSP, ao recusar aumentos de verba, e classificou como "singelas" as matérias em que foi possível acordo.
Segundo a ASPP, que na terça-feira se reuniu com o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, a tutela demonstrou "alguma receptividade" à reintegração dos cônjuges nos serviços de saúde da PSP, benefício de que usufruíram até 2005.

"Ao nível da saúde, o Ministério da Administração Interna (MAI) referiu que é um caso a estudar e que dentro em breve nos daria uma resposta, mas estão sensíveis e, provavelmente, irão ao encontro das nossas expectativas", afirmou à Lusa Paulo Rodrigues, presidente da ASPP.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.