Açoriano Oriental
António Costa participa na cimeira sobre educação nas Nações Unidas

O primeiro-ministro, António Costa, vai participar, esta segunda-feira, numa cimeira sobre "Transformação da Educação", nas Nações Unidas, em Nova Iorque, na qual é esperado que chefes de Estado e de Governo apresentem declarações nacionais de compromisso.

António Costa participa na cimeira sobre educação nas Nações Unidas

Autor: Lusa/AO Online

António Costa chega hoje a Nova Iorque, onde ficará até quinta-feira, dia da sua intervenção no debate geral da 77.ª sessão da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

A sua agenda para hoje inclui também reuniões bilaterais com os presidentes do Equador, Guillermo Lasso, e da Argentina, Alberto Fernández.

A cimeira "Transformar a Educação" foi convocada pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, para fomentar a ação para mais igualdade, inclusão e qualidade educativas e combater as perdas de aprendizagem durante a pandemia de covid-19.

No arranque desta iniciativa, que começou na sexta-feira, o ministro da Educação, João Costa, disse à agência Lusa em Nova Iorque que Portugal tem estado "na linha da frente de algumas destas transformações" e quer "continuar na linha da frente".

Segundo fonte do executivo, o primeiro-ministro reafirmará o empenho de Portugal numa educação humanista, inclusiva, de qualidade para todos, em todas as fases da vida, e deverá lembrar que foi neste setor que Portugal concentrou o apoio que anunciou para a reconstrução da Ucrânia através da recuperação de escolas.

O encontro entre líderes mundiais nesta sessão da Assembleia Geral da ONU, a partir de terça-feira, é o primeiro desde que a Federação Russa invadiu a Ucrânia, em 24 de fevereiro, dando início a uma guerra que já leva quase sete meses.

A 77.ª sessão da Assembleia Geral da ONU tem como tema "Soluções por meio da solidariedade, sustentabilidade e ciência".

António Costa fará na quinta-feira a sua terceira intervenção no debate geral anual entre chefes de Estado e de Governo dos 193 membros da ONU, em que participou em 2017 e em 2020 – nessa segunda vez não presencialmente, mas por videoconferência, devido à pandemia de covid-19.

Nesse dia, terá um encontro com o secretário-geral da ONU, António Guterres, nas Nações Unidas.

Na quarta-feira, estará numa reunião dos líderes do Painel de Alto Nível para uma Economia Oceânica Sustentável e na habitual receção oferecida pelo Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, aos participantes na Assembleia Geral da ONU.

Nesta deslocação às Nações Unidas, o primeiro-ministro estará acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, e pelo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Francisco André.

Portugal, que lançou em 2016 a candidatura vencedora de António Guterres a secretário-geral da ONU, entretanto reconduzido no cargo em 2021 e com mandato até ao fim de 2026, é candidato a um lugar de membro não-permanente no Conselho de Segurança da ONU no biénio 2027-2028 – processo que foi anunciado em 2013 pelo então ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas e para o qual, no ano passado, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, pediu a confiança dos Estados-membros das Nações Unidas.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados