Açoriano Oriental
Covid-19
África com diminuição de 20% dos casos confirmados na última semana

África registou uma diminuição de 20% dos casos confirmados de covid-19 na última semana, segundo o diretor do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), que rejeita para já celebrações do fim da pandemia.

África com diminuição de 20% dos casos confirmados na última semana

Autor: Lusa/AO Online

Durante a conferência de imprensa semanal do África CDC sobre a pandemia do novo coronavírus, John Nkengasong referiu que os testes e outros esforços para conter a covid-19 estão, em grande parte, a funcionar.

Segundo John Nkengasong, 23 dos 54 países africanos relataram uma diminuição sustentada de novos casos confirmados nas últimas duas semanas.

Contudo, deixou um aviso: “Não devemos ir para casa celebrar o fim da pandemia”.

O diretor do África CDC indicou que mais de 11 milhões de testes ao novo coronavírus foram realizados em todo o continente, envolvendo 1,3 mil milhões de pessoas. O objetivo agora é a realização de mais 20 milhões de testes até novembro.

O continente africano relatou mais de 1,2 milhões de casos confirmados, cerca de metade na África do Sul.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

Em África, há 28.596 mortos confirmados em mais de 1,2 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e a Guiné Equatorial em número de casos. Angola regista 103 mortos e 2.332 casos, seguindo-se a Guiné Equatorial (83 mortos e 4.926 casos), Cabo Verde (38 mortos e 3.630 casos), Guiné-Bissau (34 mortos e 2.205 casos), Moçambique (21 mortos e 3.590 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 892 casos).


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.