Açoriano Oriental
Açores com 20.067 pessoas com diabetes nos cuidados de saúde primários

A Secretaria Regional da Saúde dos Açores indicou que, no final de setembro, estavam registadas 20.067 pessoas com diabetes nos cuidados de saúde primários do arquipélago.

article.title

Foto: Eduardo Resendes/Arquivo AO
Autor: Lusa/AO Online

Entre aquelas pessoas registadas com diabetes nos cuidados de saúde primários dos Açores, "15% tomavam insulina, 52% tinham pelo menos um exame dos pés registado no ano e quase 39% haviam beneficiado de duas ou mais consultas médicas”, acrescenta uma nota da Secretaria Regional da Saúde, divulgada quando se assinala o Dia Mundial da Diabetes.

Recordando algumas regras para prevenir a doença, o executivo açoriano frisa ser "importante seguir três regras de ouro", nomeadamente, vigiar os valores de glicemia e incentivar os familiares a fazer o mesmo, a par de uma alimentação equilibrada e saudável, e ser fisicamente ativo.

A Secretaria da Saúde alerta também que "a vacinação contra a gripe é fortemente recomendada para pessoas com diabetes mellitus, estando disponível gratuitamente, para este grupo, nos cuidados primários".

"É recomendado que, quem ainda não fez a vacina, se dirija ao centro de saúde para esse efeito", sublinha a nota.

A obesidade "é um dos principais fatores de risco para a diabetes, sendo que, das pessoas com diabetes registadas, quase 48% apresentavam um índice de massa corporal superior a 30, um valor que confere diagnóstico de obesidade", lê-se na nota.

De acordo com o executivo açoriano, "das pessoas com diabetes registadas, perto de 57% apresentavam tensão arterial sistólica acima dos 130, um valor elevado, mas ainda no intervalo considerado normal".

A secretaria regional da Saúde alerta ainda que "a diabetes é fator de risco para o enfarte agudo do miocárdio e para o acidente vascular cerebral", adiantando que "perto de 4% dos utentes com diabetes em vigilância registavam, no final de setembro, um destes diagnósticos".

"A prevalência da diabetes tipo 1 e 2 situa-se em 7,9% nos Açores, abaixo de 9,9%, último valor apontado para o conjunto do país pela Direção-Geral da Saúde", adianta o executivo.

Na nota divulgada, a Secretaria Regional da Saúde alerta os açorianos para “a importância de se protegerem e de defenderem desta doença aqueles que os rodeiam” e recorda que, este ano, o tema das comemorações é “Família e Diabetes”, uma doença que pode causar cegueira, doenças cardíacas e amputações.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.