20 pedidos de ajuda entre as 00:00 e as 03:00

20 pedidos de ajuda entre as 00:00 e as 03:00

 

Lusa/AO Online   Nacional   22 de Out de 2009, 07:39

Os Sapadores Bombeiros de Lisboa receberam entre as 00:00 e as 03:00 de hoje 20 pedidos de auxílio por inundações em habitações e quedas de árvores devido à chuva forte, disse à Lusa fonte da corporação.

"Entre as 00:00 e as 03:00 de hoje, altura em que a chuva se fez sentir com maior intensidade, recebemos 20 pedidos de ajuda referentes a quedas de árvores, pequenas inundações em habitações e na via pública, bem como sarjetas entupidas", disse a mesma fonte, adiantando que a situação já está mais calma.

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) colocou quarta-feira em alerta amarelo todos os distritos de Portugal Continental devido à chuva e ventos fortes.

O alerta amarelo, segundo de uma escala de quatro, está accionado até às 12:00 de quinta-feira e prevê um "acompanhamento específico" por parte da Protecção Civil, além do "dispositivo de protecção civil e socorro reforçar as actividades de monitorização e vigilância da situação e intensificar as acções preparatórias para as tarefas de intervenção", refere a ANPC, em comunicado.

Segundo o Instituto de Meteorologia, Portugal Continental será influenciado pela passagem de um sistema frontal que irá provocar chuva por vezes forte, vento com rajadas que podem atingir os 110 quilómetros/hora nas terras altas e agitação marítima na costa ocidental que pode atingir os seis metros.

A ANPC refere que no nível de alerta amarelo os eventos previstos, não sendo invulgares, podem ser "perigosos", devendo, por isso, a população adoptar as medidas de "prevenção e auto-protecção" e "adequar os comportamentos à situação".

A Protecção Civil alerta para a possibilidade de aumento do número de acidentes de viação, inundações, cheias rápidas em meio urbano e danos em estruturas montadas ou suspensas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.