Rede Rodoviária

170 pontes e viadutos com problemas estruturais


 

Lusa/AO Online   Economia   3 de Dez de 2009, 07:04

 A Estradas de Portugal detectou problemas estruturais em 170 pontes e viadutos, 20 dos quais exigiram intervenção imediata, mas assegura que não estão em causa questões de segurança, noticia hoje a TSF.

De acordo com responsáveis das Estradas de Portugal ouvidos pela rádio, 40 casos que necessitam de intervenção foram detectados em inspecções realizadas este ano e que a maioria das estruturas são sobretudo passagens com menos de dez metros.

As estruturas em causa incluem passagens superiores, inferiores, passagens hidráulicas, passagens agrícolas e passagens de peões.

As obras de intervenção vão ser feitas nos próximos quatro anos, implicando, já em 2010, uma despesa de 20 milhões de euros.

A empresa alega que não revela os nomes dos casos mais complicados para não alarmar os utentes, mas adianta que há problemas "graves" em várias pontes do IP3, na barragem da Aguieira, no distrito de Coimbra.

Desde a queda da Ponte de Entre-os-Rios, a 04 de Março de 2001, a Estradas de Portugal realizou 3 200 inspecções, a um total de 4 800 estruturas a cargo da empresa e, nos últimos anos, foram concluídas 250 obras de recuperação.

A empresa pública planeava retomar este ano o Programa de Inspecções Subaquáticas, que iriam abranger 80 pontes, de um total de 200 pelas quais é responsável, mas esta iniciativa foi adiada para o próximo ano.

Segundo o vice-presidente da Estradas de Portugal, Eduardo Gomes, "os recursos não chegam para tudo" e é necessário concluir, primeiro, as intervenções nos casos mais críticos entretanto detectados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.