10 ME para fazer face aos prejuízos do mau tempo

 10 ME para fazer face aos prejuízos do mau tempo

 

Lusa/Açores TSF   Regional   30 de Dez de 2009, 15:19

O presidente do Governo Regional dos Açores estimou hoje em 10 milhões de euros o investimento necessário para resolver os problemas causados pelo mau tempo, mas assegurou que não pretende recorrer ao apoio do Governo da República. (com ficheiro audio)

“Estimamos que, no cômputo geral, as acções que temos desenvolvido e as que ainda são necessárias envolvam um esforço financeiro que poderá ascender a 10 milhões de euros”, afirmou Carlos César, em declarações aos jornalistas em Ponta Delgada.

O presidente do executivo açoriano falava no final de uma reunião em que estiveram em análise os prejuízos provocados pelo mau tempo que tem assolado o arquipélago nos últimos dias.

“Verificamos um conjunto de situações pontuais, especialmente na Terceira e S. Miguel, que exigem uma intervenção do governo”, salientou.

Segundo Carlos César, trata-se, por um lado, de intervenções em infra-estruturas, como pontes e estradas, e, por outro lado, acções como reordenamento de ribeiras, aquisição de equipamento doméstico, realojamentos habitacionais e apoio a sectores profissionais como a agricultura e as pescas.

“Pensamos que o esforço financeiro necessário é compatível com uma reorientação do investimento público e que podemos, com os nossos próprios meios, resolver todas as ocorrências”, salientou.

Nesse sentido, assegurou que não foi solicitado qualquer apoio ao Governo da República, até porque existem situações no continente “mais graves do que as que ocorreram nos Açores”.

Na sequência das fortes chuvas que atingiram o concelho da Praia da Vitória, na Terceira, em meados de Dezembro, apenas foi disponibilizada pelo governo central uma verba de 250 mil euros para acorrer a situações de maior emergência.

Esta verba resultou, segundo Carlos César, “de uma transferência da rubrica de despesas de capital para a rubrica de apoios eventuais, dentro do orçamento da Segurança social destinado aos Açores”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.