Xutos celebram 30 anos com novo álbum


 

Lusa/AOonline   Nacional   21 de Nov de 2008, 13:21

Os Xutos & Pontapés preparam-se para celebrar 30 anos de carreira com uma série de iniciativas que inclui um novo álbum e uma actuação no Pavilhão de Portugal, em Lisboa, disse o guitarrista Zé Pedro à agência Lusa.
A banda festejará trinta anos de rock n´roll a 13 de Janeiro no Pavilhão de Portugal, onde será apresentado o single do novo álbum, que deverá ser editado no primeiro trimestre de 2009.

    Os Xutos & Pontapés surgiram a 22 de Dezembro de 1978, com um primeiro ensaio no espaço Senófila, mas a estreia ao vivo ocorreu a 13 de Janeiro de 1979, na sala dos Alunos de Apolo, em Lisboa, onde tocaram apenas quatro músicas.

    O próximo ano adivinha-se intenso para os Xutos & Pontapés, com uma nova digressão e "muitos projectos que estão praticamente fechados", disse Zé Pedro, que confirmou a intenção do grupo de actuar num estádio de futebol.

    Sobre o novo álbum, sucessor de "Mundo ao contrário" que saiu em 2004, Zé Pedro disse que está a ser preparado "de forma descontraída e sem pressões".

    "Parecemos uns putos ao fim de trinta anos e estamos excitadíssimos, porque há muito tempo que não estávamos em estúdio", disse o guitarrista.

    Já foram fugazmente os Delirium Tremens e os Beijinhos e Parabéns, mas é como Xutos & Pontapés que têm resistido na música portuguesa ao longo de trinta anos, desde o começo punk-rock até ao rock n´roll que agrada a pais e filhos.

    Tim, Zé Pedro, João Cabeleira, Kalú e Gui são comendadores da Ordem do Mérito, a sua história já foi contada em fotobiografia, em disco, mas é sobretudo em palco que celebram a música.

    "Cerco" (1985), "Circo de Feras" (1987), "Gritos Mudos" (1990), "Dados Viciados" (1997), "XIII" (2001) e "Mundo ao contrário" (2004) são alguns dos álbuns que já gravaram.

   

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.