Açoriano Oriental
Vila Galé quer trazer "fluxo de turistas novo" com hotel em Ponta Delgada

O grupo Vila Galé quer “trazer um fluxo de turistas novo” para a sua estreia nos Açores, com um hotel no edifício da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada, disse esta terça-feira a administração.

article.title

Foto: Eduardo Resendes
Autor: Lusa/AO Online

Com o hotel que marca a estreia do grupo nos Açores, a única região turística onde ainda não operam, o Vila Galé vai “trazer um fluxo de turistas novo" dos mercados onde a empresa tem parcerias e "onde a marca já é conhecida”, afirmou o administrador Gonçalo Rebelo de Almeida.

O empresário destacou o "investimento na ordem dos dez milhões de euros" na renovação de um “edifício absolutamente único” onde vai ser sediado o hotel, o da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada, adiantando que a experiência do grupo hoteleiro mostra que onde é possível “fazer esta compatibilização entre um edifício histórico e uma unidade hoteleira, do ponto de vista da experiência do turista, ela sai extremamente enriquecida”.

As obras de renovação do edifício devem arrancar no segundo semestre deste ano para que o novo hotel, com 100 quartos, fique concluído em 2021.

Segundo adiantou Gonçalo Rebelo de Almeida, o hotel deverá ter áreas de lazer como “restauração, bar, spa e piscinas”.

O projeto diz respeito a cerca de “um quarto da área total do edifício”, explicou à Lusa o provedor da Santa Casa da Misericórdia, José Francisco Silva, e os responsáveis esperam ter o projeto pronto para ser entregue na Câmara Municipal “dentro de 60 a 90 dias”.

José Francisco Silva salientou que “toda a economia vive de meios, também a economia social”, e que este projeto permite à Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada “obter sinergias e produzir uma dinâmica (…) que permita uma atividade sustentável da Misericórdia”.

A administração do grupo foi recebida esta manhã pelo presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, que valorizou um investimento que comprova “a capacidade de atração que a região continua a ter em termos de investimento, desde logo, no setor turístico".

Na Câmara Municipal de Ponta Delgada, onde foram também recebidos esta manhã, o vice-presidente, Humberto Melo, destacou “a iniciativa que vai permitir a criação de uma nova centralidade e a introdução de uma nova dinâmica económica naquela zona e, contribuir para a dinamização da economia local”.

O Grupo Vila Galé tem, neste momento, 34 hotéis em Portugal, com mais três unidades a estrear até ao final do ano, tendo tido uma receita total de 115 milhões de euros em 2019.



Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.