Verdes contra uso de sacos de plástico na Batalha das Limas em Ponta Delgada

Verdes contra uso de sacos de plástico na Batalha das Limas em Ponta Delgada

 

Lusa/AO Online   Regional   1 de Mar de 2019, 15:29

O Partido Ecologista “Os Verdes” manifestou-se contra a utilização de sacos de plástico na tradicional Batalha das Limas, na terça-feira de Carnaval, em Ponta Delgada, defendendo o uso de "materiais biodegradáveis ou reutilizáveis".

Todos os anos, a marginal de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, transforma-se num combate de água no dia do Entrudo, naquela que é uma tradição única no país que atrai centenas de pessoas, na sua maioria jovens, que, em camiões ou a pé, tentam molhar quem passa e lutam entre si.

A batalha começou por ser de flores, que posteriormente foram substituídas por limas, ou seja, pequenos recipientes em parafina produzidos artesanalmente para encher com água. Mas estes recipientes têm vindo a dar lugar a sacos plásticos como armas de combate.

Num comunicado enviado às redações, Os Verdes expressam o seu "descontentamento pela forma como é permitido levar à prática a batalha das Limas", uma tradição que "se transformou numa verdadeira batalha campal, com o arremesso de milhares de sacos de plástico, cheios de água, em substituição das antigas limas" que "estão proibidas por questões de segurança, deixando a avenida marginal coberta com um manto de sacos de plásticos".

"Dada a sua proximidade, inevitavelmente muitos dos sacos acabam no mar", alertou o partido ecologista, lembrando que "o plástico leva cerca de 400 anos a degradar-se e cada vez mais os mares estão poluídos com plástico".

Os Verdes frisam que não se opõem à tradição carnavalesca, na maior ilha dos Açores, "com cinco séculos de história", mas defendem que este festejo popular só deva ser permitido "com materiais biodegradáveis ou reutilizáveis, salvaguardando os valores naturais da região e o respeito por todos".

"Os Açores são um destino turístico de referência no mundo inteiro, como turismo de natureza, com áreas protegidas de grande valor patrimonial e único no nosso planeta, e que agora se prepara para triplicar as zonas marinhas protegidas", sublinha o comunicado.

A Câmara de Ponta Delgada informou que a batalha vai decorrer, a partir das 14 horas, da próxima terça-feira e que vai implicar condicionamentos no trânsito.

A autarquia alertou ainda os participantes que "fica expressamente proibido o lançamento de 'limas' fora do seu percurso definido", nomeadamente entre a Praça Vasco da Gama e a Rua da Fonte.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.