Açoriano Oriental
Vasco Cordeiro pede ao Governo da República suspensão urgente dos voos para os Açores

O Presidente do Governo enviou este sábado uma carta ao Primeiro-Ministro a solicitar a suspensão urgente das ligações aéreas do exterior, incluindo do território nacional, com os aeroportos dos Açores, com exceção do transporte de carga e casos de força maior, desde que autorizados pela competente Autoridade de Saúde, anunciou este sábado à tarde o executivo.

article.title

Foto: GACS/JAR
Autor: AO online

Segundo o executivo regional a carta que Vasco Cordeiro enviou este sábadorefere que esta solicitação decorre na sequência da “posição de Vossa Excelência quanto à impossibilidade do Governo Regional dos Açores determinar, mesmo que por razões sanitárias, a suspensão das ligações aéreas do exterior com os aeroportos dos Açores, entendimento do qual o Governo Regional dos Açores discorda”.

 

O Presidente do Governo solicitou essa suspensão de voos do exterior “mesmo tendo presente a comunicação de Vossa Excelência das 12 horas e 04 minutos (hora de Lisboa), do dia 14 do corrente, da qual tomei conhecimento, sobre a realização, na próxima segunda-feira de manhã, de uma reunião conjunta, por teleconferência, dos ministros de Saúde e Interior da UE sobre o controlo sanitário nas fronteiras externas e internas”.

 

Segundo Vasco Cordeiro, para além de serem o meio privilegiado de acesso à Região, os aviões, nas viagens para os Açores, pela sua duração, podem facilitar o contacto de todos os passageiros com um eventual caso de infeção ainda não determinado.

 

Além disso, o Presidente do Governo lembrou que a Região tem cinco aeroportos, correspondentes a cinco ilhas, com ligações aéreas com o exterior, o que potencia, em elevado grau, a eventual contaminação a partir de um caso ainda não detetado.

 

“É necessário tomar todas as medidas possíveis, antes do surgimento de qualquer caso positivo na Região, o que ainda não aconteceu até ao momento em que lhe faço esse pedido, de forma a preservar ao máximo possível a capacidade de resposta do Serviço Regional de Saúde dos Açores”, sublinhou Vasco Cordeiro.

   

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.