Açoriano Oriental
EUA/Eleições
Trump e Biden empatados na Geórgia com contagem quase completa

O Presidente norte-americano, Donald Trump, e o rival democrata, Joe Biden, estão quase empatados com o escrutínio praticamente completo na Geórgia, um dos principais Estados ainda por decidir nas eleições dos Estados Unidos.

Trump e Biden empatados na Geórgia com contagem quase completa

Autor: Lusa/AO Online

De acordo com os últimos números publicados, a diferença entre os candidatos na Geórgia foi diminuindo e agora Trump lidera com apenas mais 665 votos do que Biden, com 99% do escrutínio completo.

Esses dados dão a Trump 2.448.183 votos contados, frente a 2.447.518 do ex-vice-presidente, ambos com 49,4% no total.

O empate técnico entre os dois candidatos acontece há várias horas, mas a diferença tem vindo a diminuir, já que os números anteriormente publicados davam ao Presidente uma vantagem de 1.267 votos face a Biden.

Na Geórgia estão em jogo 16 votos no Colégio Eleitoral, que seriam suficientes para dar a vitória a Biden, que conta já com 264 delegados no Colégio Eleitoral (apesar de alguns meios questionarem ainda os 11 delegados do Arizona) e precisa de 270 para se proclamar vencedor.

Trump, que denunciou, sem provas, ser objeto de fraude eleitoral, tem 214 delegados assegurados no Colégio Eleitoral.

A tendência na Geórgia é idêntica à da Pensilvânia, onde Trump começou com uma grande vantagem de mais de meio milhão de votos, uma diferença que tem vindo a diminuir e é agora apenas de 18.082, o equivalente a três décimas percentuais, com cerca de 97% dos votos contados.

Estima-se que os votos ainda por contar, que na sua maioria correspondem aos votos por correspondência, sejam maioritariamente para o candidato democrata.

As autoridades planeiam concluir hoje a contagem na Pensilvânia.

Na eleição de 2016, Trump ganhou os 20 votos eleitorais da Pensilvânia, com uma diferença de 40.000 votos sobre a rival Hillary Clinton, ex-secretária de Estado.

Os outros Estados pendentes são o Nevada, onde Biden conta com uma vantagem de nove décimas e a Carolina do Norte, onde a vantagem de Trump é de 1,4 pontos, mas que não deve encerrar o seu escrutínio até à próxima semana, visto que continua a receber votos pelo correio até dia 12.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.