Taça UEFA

Sporting de Braga apurado para os 16 avos-de-final

Sporting de Braga apurado para os 16 avos-de-final

 

Lusa/AO online   Futebol   4 de Dez de 2008, 20:08

O Sporting de Braga garantiu hoje a presença nos 16 avos-de-final da Taça UEFA de futebol, ao vencer no terreno do Heerenveen, por 2-1, beneficiando da vitória do Wolfsburgo em casa sobre o Portsmouth (3-2)
O Sporting de Braga apurou-se hoje para os 16 avos-de-final da Taça UEFA em futebol, ao vencer na Holanda o Heerenveen por 2-1, na quarta jornada, e depois de estar a perder 1-0.
Sibon inaugurou o marcador, aos 19 minutos, mas Renteria conseguiu empatar aos 35 e Luís Aguiar, num livre directo, aos 56, fez a reviravolta e manteve os bracarenses em competição na Europa.
O triunfo do Sporting de Braga era praticamente suficiente para o acesso aos 16-avos-de-final, mas a equipa portuguesa beneficiou também da vitória do Wolfsburgo frente ao Portsmouth, ficando assim em terceiro lugar do grupo, embora ainda faltem dois jogos.
Nas quatro partidas realizadas no Grupo E, o Sporting de Braga venceu duas (3-0 ao Portsmouth e hoje) e perdeu 1-0 em Itália frente ao AC Milan, sendo ainda derrotado em casa pelo Wolfsburgo por 3-2. A equipa holandesa permanece sem pontos na competição.
Em 4-4-2, mas com André Leone no habitual lugar de Frechaut no eixo defensivo, o treinador do Sporting de Braga fez ainda alinhar Eduardo na baliza e uma defesa também com João Pereira (direita), Moisés (centro) e Evaldo (esquerda).
No meio-campo, surgiram Vandinho (mais recuado) e Alan, Matheus e Luís Aguiar, ficando o ataque a cargo de Renteria e Meyong.
Os holandeses, num clássico 4-3-3, entraram melhor no jogo, apesar da primeira oportunidade ter pertencido à formação portuguesa, com um remate de Renteria, aos 14 minutos, superiormente defendido pelo guarda-redes do Heerenveen.
No minuto seguinte, Beerens não acertou na baliza, mas, aos 19, Sibon rematou forte na transformação de um livre directo e fez o primeiro golo do jogo, sem hipóteses para Eduardo.
Os bracarenses responderam de imediato, aos 25 minutos, com um potente remate de Matheus, mas Steppe voltou a ser melhor e conseguiu desviar para o poste, evitando a igualdade.
O guarda-redes adversário, no entanto, não conseguiu, pouco depois, defender o cabeceamento de Renteria (35 minutos), após excelente cruzamento de Meyong.
Com o golo do empate, o Sporting de Braga recuou ligeiramente, tal a "fúria" holandesa, e viu-se privado de Matheus, aos 42 minutos, por lesão, entrando então César Peixoto.
No segundo tempo, o Heerenveen surgiu mais ofensivo e, aos 53 minutos, Grindheim ia traindo Eduardo, numa tentativa de chapéu, de longe.
No mesmo minuto, César Peixoto caiu na área e, aos 54, Renteria tentou de novo a sua sorte, desta vez sem eficácia.
Eficaz foi, pouco depois (56 minutos), Luís Aguiar que, na transformação de um livre directo, colocou a formação de Jorge Jesus perto da qualificação para os 16-avos de final da UEFA.
Aos 60 minutos, o defesa Nielsen desviou, no limite, um remate de Renteria, mas o Heerenveen respondeu aos 68, com um "tiro" de Paulo Henrique, ligeiramente ao lado da baliza de Eduardo.
A espreitar o contra-ataque até ao final, o Sporting de Braga apostou também na contenção defensiva e foi eficaz nos seus objectivos, com Eduardo a salvar golos quase certos, aos 86 e 92 minutos.
Paulo César, aos 94 minutos, quase conseguiu aumentar, mas Kenny Steppe voltou a demonstrar grande eficácia na baliza.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.