Açoriano Oriental
Sporting conquista Taça de basquetebol no ano do regresso à modalidade

O Sporting conquistou a Taça de Portugal em basquetebol pela sexta vez, no ano do regresso à modalidade, após 24 anos de ausência, ao derrotar o FC Porto na final por 87-78.

Sporting conquista Taça de basquetebol no ano do regresso à modalidade

Autor: Lusa/AO Online

Na ‘final four’ da 71.ª edição da Taça de Portugal, que se realizou no Pavilhão Multiusos de Odivelas, o Sporting, que tinha derrotado o Vitória de Guimarães na meia-final (85-71), voltou a conquistar o cetro, que lhe escapava há 40 anos, desde a temporada 1979/80.

Depois de estar em desvantagem durante a primeira parte, o Sporting recuperou com um parcial irrepreensível de 18-9 no terceiro período, ajudado pelos 24 pontos do norte-americano James Ellisor e pelos 18 do compatriota John Fields, enquanto, do lado dos ‘azuis e brancos’, Max Landis somou 21 pontos, insuficientes para o sucesso portista.

Os ‘dragões’ cedo se colocaram em vantagem e chegaram aos 11-4, perante uma entrada menos fulgurante do Sporting, mas os lisboetas conseguiram permanecer no encalce da equipa orientada pelo treinador espanhol Moncho López, chegando ao final do primeiro período três pontos atrás (27-24).

O segundo período trouxe ainda mais equilíbrio e o Sporting logrou o empate (41-41) a 46 segundos do intervalo, através de um ‘triplo’ de Jalen Henry, mas a formação nortenha chegou ao descanso ainda em vantagem, por apenas dois pontos (44-42).

Na segunda metade, o FC Porto enfrentou dificuldades colocadas pelo conjunto de Luís Magalhães, começou a somar muitos erros, o que permitiu ao Sporting ganhar confiança e alcançar pela primeira vez a vantagem (50-48) aos 3.43 minutos do terceiro período, com dois ‘duplos’ consecutivos de James Ellisor.

Depois de um ‘triplo’ de Pedro Pinto a recolocar o FC Porto na frente, um parcial de 8-0 foi letal para as aspirações portistas, diante de um Sporting a crescer muito na partida, chegando rapidamente a uma vantagem de sete pontos (58-51), com ‘triplos’ de James Ellisor e João Fernandes.

Com 60-53 na entrada para o último quarto, o Sporting soube gerir a vantagem durante os 10 minutos que restavam, beneficiando dos sucessivos erros do FC Porto, que nunca foi capaz de contrariar a estratégia bem-sucedida dos ‘leões’ na segunda parte para tentar ‘anular’ Max Landis, que somou 17 pontos na primeira metade e apenas quatro no segundo tempo.

O suplente Francisco Amiel, que apenas alinhou nos dois últimos períodos, foi a principal figura dos instantes finais, com todos os seus 10 pontos a serem apontados no último período, que sentenciou a vitória sportinguista por uma diferença de nove pontos (87-78).


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.