Conflitos

Solana considera preocupante situação na Guiné-Bissau

Solana considera preocupante situação na Guiné-Bissau

 

Lusa/AOonline   Internacional   25 de Nov de 2008, 11:01

O Alto Representante para a Política Externa e Segurança da União Europeia, Javier Solana, considerou preocupante a situação na Guiné-Bissau e lamentou a existência de um morto no ataque de domingo contra o Presidente guineense “Nino” Vieira.
“Estou muito preocupado com os últimos desenvolvimentos na Guiné-Bissau e lamento a perda de uma vida no ataque contra a casa do chefe de Estado”, afirmou Javier Solana em comunicado.

    “Depois de eleições pacíficas no dia 16 durante as quais o povo da Guiné-Bissau demonstrou a sua confiança na democracia, é imperativo que o resultado destas eleições seja respeitado e consolidado”, disse o chefe da diplomacia da União Europeia.

    Javier Solana disse também esperar que as forças políticas do país cooperem para garantir o ambiente necessário para o desenvolvimento do país.

    As eleições legislativas do passado dia 16 na Guiné-Bissau foram ganhas, com maioria de mais de dois terços dos lugares no parlamento, pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), liderado por Carlos Gomes Júnior.

    Na madrugada de domingo, um grupo de militares atacou a casa do presidente “Nino” Vieira, situada no centro de Bissau, provocando um morto e um ferido.

    Segundo informações do Ministério da Administração Interna guineense, cinco pessoas já foram detidas, incluindo um fuzileiro suspeito de ter liderado o ataque. Quatro suspeitos continuam em parte incerta.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.