Sexto dia consecutivo de greve em França

Sexto dia consecutivo de greve em França

 

Lusa / AO online   Internacional   19 de Nov de 2007, 10:13

A circulação de comboios e metropolitano em França continua fortemente afectada no sexto dia consecutivo de greve contra a reforma sobre os regimes especiais de aposentação propostos pelo Presidente Nicolas Sarkozy.
Às 9:00 em Paris (8:00 em Lisboa), as filas no trânsito atingiam 200 quilómetros.

O metropolitano de Paris mantém-se limitado à circulação de uma composição em cada cinco, em média, enquanto 35 por cento dos autocarros estava a funcionar ao princípio da manhã, de acordo com as últimas informações da RATP (Administração dos transportes parisienses).

Os comboios dos subúrbios estão a funcionar, a um ritmo de um a dois por hora, informou a SNCF (Sociedade dos caminhos-de-ferro franceses) que anunciou uma ligeira melhoria nas grandes linhas, com a circulação de um em cada dois comboios de alta velocidade (TGV).

O tráfego dos comboios Thalys (Paris-Bruxelas, Paris-Amesterdão e Paris-Colónia) está a registar menos perturbações na circulação.

Hoje deverá começar uma greve dos funcionários, ao mesmo tempo que o governo, sindicatos dos ferroviários e dirigentes das empresas afectadas multiplicaram contactos e iniciativas durante o fim-de-semana para tentar encontrar uma solução para a crise.

Domingo à noite, os seis sindicatos da SNCF aceitaram participar nas sessões de negociações propostas pela direcção de empresas a partir de quarta-feira, mantendo o pré-aviso de greve de 24 horas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.