Açoriano Oriental
Saúde escolar alargada às escolas profissionais de São Miguel

O Governo dos Açores encerrou esta sexta feira o ciclo de alargamento da saúde escolar ao ensino profissional com a assinatura de protocolos entre a Secretaria Regional da Saúde, a Unidade de Saúde, escolas profissionais e autarquias de São Miguel.

article.title

Foto: GaCS/SRS
Autor: AO Online/ Lusa

Os protocolos hoje assinados, entre a Secretaria Regional da Saúde, a Unidade de Saúde de Ilha de São Miguel (USISM) e as autarquias e escolas profissionais da ilha de São Miguel “reveste-se de relevância acrescida, pois fecha este ciclo de alargamento da saúde escolar ao ensino profissional da Região Autónoma dos Açores”, afirmou hoje a governante com a tutela da Saúde.

Teresa Machado Luciano falava durante a assinatura dos acordos, que aconteceu hoje, o segundo de três dias de visita do executivo açoriano à ilha de São Miguel, e que “permitirá abranger mais de 2.200 alunos que frequentam estes estabelecimentos de ensino”.

A governante destacou, ainda, “o caráter multidisciplinar das equipas de saúde escolar, essencial para a ação integrada e articulada, assente numa visão holística de cuidados de saúde e bem-estar: médicos, enfermeiros, psicólogos, terapeutas da fala, nutricionistas e professores, no total de cerca de 400 profissionais”.

Com a extensão ao ensino profissional, “medida pioneira no país”, a saúde escolar chega, agora, a 28.000 cidadãos – alunos, docentes e não docentes –, em São Miguel, e 48.000 em toda a região, com estratégias de intervenção em áreas como alimentação, saúde oral, violência escolar, saúde afetivo-sexual, dependências e prevenção rodoviária, explicou a responsável pela tutela.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.