Liga de Honra

Santa Clara vence Freamunde

Santa Clara vence Freamunde

 

Susete Rodrigues   Futebol   31 de Ago de 2008, 21:38

 O Santa Clara recebeu e venceu o Freamunde por uma bola a zero em jogo da 2ª jornada da Liga de Honra

Rincón ao minuto 76 marcou o golo da vitória, dando os primeiros três pontos aos encarnados de Ponta Delgada e, a consequente primeira vitória desta temporada.

Na primeira parte e os primeiros seis minutos foram arrepiantes para a baliza de João Botelho, que por três vezes negou o golo a Bock.

Depois a equipa da casa conseguiu assentar e impor-se mais no jogo, tornando o mesmo equilibrado e repartido, sem que o Freamunde andasse à procura de marcar cedo.

No entanto, a resposta às investidas dos visitantes aconteceu aos nove minutos com Rincón a passar pela defesa do Freamunde, mas o remate sai-lhe ao lado.

Era um aviso da equipa orientada por Vítor Pereira, e em particular de Rincón, que após criar mais uma oportunidade para marcar, desta vez por Fofana, foi o mesmo ponta de lança que desperdiçou um golo flagrante. Fofana consegue entrar na área, surpreender Tó Figueira, mas a bola sai-lhe junto ao poste.

O Freamunde continuava a ter boa resposta, a romper bem pelo terreno, mas a finalização não foi o seu forte, quer na primeira parte quer na segunda, saindo as equipas para intervalo com um nulo no marcador.

Na segunda parte, o treinador-adjunto, Pedro Monteiro, fez entrar Bruno Ferraz, deixando nos balneários Luís Pedro, enquanto o Santa Clara apresentou o mesmo onze.

O encontro baixou de qualidade e de velocidade e foi mesmo com as mexidas que Vítor Pereira operou ao minuto 57, que o Santa Clara voltou a ser mais consistente, não praticando um jogo de futebol nem uma grande exibição, mas a jogar mais rápido e sair com maior velocidade para os contra-ataques.

Exemplo das substituições terem dado resultado vai para o livre de Ruy Netto que passou junto ao poste, aos 65 minutos. Cinco minutos depois passe de Ruy Netto para Rincón que consegue isolar-se mas rematou à figura de Tó Figueira.

Nesta tentativa Rincón não conseguiu a melhor finalização, mas aos 76, após livre de Lico conseguiu colocar o Santa Clara em vantagem.

O golo veio trazer maior animo ao encontro, principalmente para a formação da casa que não se limitou a defender o resultado, mas sim procurar o segundo golo, este que podia ter acontecido aos 82 e 93, ambos por Lico.

Por parte do Freamunde, este também procurou levar perigo à baliza de João Botelho, mas realmente a finalização não foi dos pontos mais forte da equipa visitante.

O trio de arbitragem, que viajou do Porto, nem sempre esteve bem. Existindo alguns fora de jogo ao Santa Clara sem o ser, mas na globalidade pode-se dizer que esteve regular


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.