Santa Clara sem processos em tribunal

Santa Clara sem processos em tribunal

 

Arthur Melo   Futebol   30 de Out de 2009, 10:50

Todos os processos judiciais que estavam pendentes contra o Santa Clara já foram resolvidos. O anúncio foi feito por Manuel Cruz Marques, no início da Assembleia Geral que serviu para a apreciação e votação das contas relativas à época 2008/2009.
Segundo afirmou o presidente da direcção, todos os processos que estavam pendentes foram finalmente resolvidos, ficando deste modo o clube livre de poder gerir o presente e o futuro sem ter de pensar demasiado no passado.

Contudo, e embora esta seja uma situação resolvida, as contas do presente ainda reflectem os actos de direcções anteriores, tendo Cruz Marques salientado o rigor e aperto financeiro com que vive o Santa Clara.

Neste sentido, os custos e perdas do exercício 2008/2009 totalizaram 3.267 mil euros enquanto os proveitos e ganhos foram de 3.116 mil euros, apurando-se assim um prejuízo de 151 mil euros.

Os custos e perdas do exercício anterior (época desportiva 2007/2008) foram de 3.531 mil euros verificando-se assim, no presente exercício, uma redução de 264 mil euros.

No que diz respeito ao passivo do clube, será de 8.952 mil euros contra 9.114 mil do exercício anterior, verificando-se uma redução de 162 mil euros.

Após muita discussão e alguma confusão no acto da votação, o Relatório foi aprovado por maioria (uma abstenção), assim como por maioria (com uma abstenção) foi aprovada a expulsão do sócio Pedro Castanheira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.