Açoriano Oriental
Reino Unido/Crise
Rishi Sunak e Penny Mordaunt novamente mais votados para suceder a Boris Johnson

A secretária de Estado do Comércio Penny Mordaunt e o antigo ministro das Finanças Rishi Sunak foram novamente os mais votados na segunda volta da eleição para a liderança do Partido Conservador.

Rishi Sunak e Penny Mordaunt novamente mais votados para suceder a Boris Johnson

Autor: Lusa/AO Online

Dos seis candidatos, Suella Braverman não passou por não ter atingido o limiar mínimo de 30 votos. 

Assim, passam à segunda volta Rishi Sunak (101 votos), Penny Mordaunt (83), a ministra dos Negócios Estrangeiros Liz Truss (64), a secretária de Estado da Igualdade Kemi Badenoch (49) e o deputado Tom Tugendhat (32).

Uma estrela em ascensão no governo e no partido, Sunak era o favorito, mas Penny Mordaunt tem-se destacado na corrida graças a uma série de apoios de peso, liderando nas probabilidades da casa de aposta Ladbrokes. 

Truss era considerada outra favorita, mas continua atrás de Mordaunt, que tem pontuado melhor nas sondagens aos membros do partido.

Uma política afável de uma família militar, é amplamente vista como uma lufada de ar fresco e tem pontuado muito nas sondagens dos membros do partido. 

Ao contrário de Sunak e Truss, Mordaunt não ocupava um cargo superior no governo de Johnson, embora fosse um membro de governo com menos destaque. 

Outras rondas de votação deverão ter lugar na próxima semana, até restarem apenas dois candidatos, que irão enfrentar uma última votação dos cerca de 180.000 militantes de base do Partido Conservador em todo o país. 

O vencedor deverá ser anunciado a 05 de Setembro e tornar-se-á automaticamente primeiro-ministro, sem necessidade de uma eleição nacional.

A eleição foi desencadeada quando Johnson se demitiu do cargo de líder conservador na semana passada, após uma demissão em massa de membros do governo por causa de meses de escândalos éticos, mas permanecerá no cargoaté que o seu substituto seja escolhido.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados