Revista de Imprensa Nacional


 

Lusa/Ao online   Nacional   6 de Dez de 2007, 05:28

Um estudo que indica que câmaras são as mais investigadas por corrupção, o pagamento por parte dos consumidores dos novos contadores da luz e alegadas prisões ilegais efectuadas pela PJ estão hoje em destaque na imprensa lisboeta.
O Diário de Notícias faz manchete com o título "Câmaras são as mais investigadas por corrupção", referindo-se às conclusões de um estudo elaborado pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal, a pedido do Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro.

    Os resultados do estudo "Diagnóstico da corrupção participada" serão apresentados em Fevereiro de 2008, indica o DN.

    O matutino realça também na capa o tiroteio num centro comercial em Omaha, no estado norte-americano do Nebraska, no qual morreram oito pessoas, e a notícia de que a Iberomoldes, do empresário e ex-deputado do PS Henrique Neto, e a Rui Costa Sousa & Irmão, que comercializa a marca Sr. Bacalhau, foram alvos de buscas no âmbito da operação Furacão.

    "Novos contadores da luz pagos por consumidores" escreve o Jornal de Notícias em manchete, salientando que os contadores serão substituídos nos próximos anos.

    Cada aparelho deverá custar 169 euros, o que fará aumentar a tarifa mensal em 91 cêntimos, revela o JN.

    "Marcas brancas das lojas de desconto atraem cada vez mais compradores" e “Falta de meios faz alastrar crise nas forças policias" são outras chamadas de capa do JN.

    O Correio da Manhã noticia "Juízes acusam PJ de prisões ilegais", realçando que em Lisboa e no Porto os tribunais abriram processos-crime a polícias por prenderem fora do flagrante delito.

    O matutino puxa também para a capa que imagens na Internet do principal suspeito dos homicídios do empresário da noite Aurélio Palha e do segurança Ilídio Correia no Porto.

    O Público chama à primeira página "Governo recua e contradiz-se na taxa sobre sacos de plástico", salientando que a ideia foi abandonada numa altura em que ainda eram esperados pareceres.

    O jornal diz que a medida para instituir uma taxa ecológica sobre os sacos de plástico, que o Governo alega ter abandonado há cerca de duas semanas, ainda se encontrava em consulta na passada terça-feira.

    "Adiados um mês os estudos para novo aeroporto" e "Consumidores vão pagar novos contadores" são outros títulos em destaque no Público.

    O 24horas anuncia em manchete que "Empresário assassinado entregou máfia da noite à PSP".

    De acordo com o jornal, o dono do bar "Avião", morto num atentado no domingo, ajudou a polícia a deter 24 pessoas.

    O diário puxa também para a capa "Livro polémico: José Veiga lança novos ataques a Luís Filipe Vieira" e "Esmeralda: Baltazar recusa adiar a data para o sargento lhe entregar a filha".

    "CMVM [Comissão Mercado de Valores Mobiliários] garante resultados na investigação ao BCP até Janeiro" é a manchete do Diário Económico, referindo-se ao esclarecimento de todas as dúvidas sobre operações feitas com accionistas antes da Assembleia-Geral que no próximo mês irá eleger nova administração.

    O económico chama ainda a atenção para uma entrevista ao presidente da PT, Henrique Granadeiro, na qual diz: "PT terá que despedir pessoas se regulação não mudar".

    O Jornal de Negócios anuncia que Operação "Furacão apanha histórico do PS", referindo-se à empresa Iberomoldes liderada pelo ex-deputado do PS Henrique Neto.

    A empresa terá sido inspeccionada na semana passada "com base em indícios de fuga aos impostos", salienta o JdN.

    A revista Visão destaca na sua edição de hoje os "10 empregos com futuro" e os que irão desaparecer.

    Na capa, a Visão realça também que o livro "Codex 632" de José Rodrigues dos Santos vai ser adaptado ao cinema.

    A revista Sábado faz manchete com uma investigação especial sobre "Os estranhos códigos do Opus Dei", realçando histórias contadas por membros e dissidentes portugueses.

    As críticas de José Veiga ao presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e à forma como este gere o clube merecem hoje natural destaque em O Jogo e no Record sendo completamente ignoradas pelo jornal A Bola.

    A frase “Vieira não sabe de futebol” serve para manchete de O Jogo, segundo o qual “Veiga sonha ser campeão pelo Benfica e detecta ponto fraco”.

    No mesmo jornal, José Veiga deixa ainda um elogio ao seu grande inimigo enquanto dirigente dos “encarnados”, o presidente do FC Porto: “Pinto da Costa é uma pessoa audaz, astuta e inteligente”.

    O Record diz que “Veiga abre o livro” numa entrevista onde o “Antigo director-geral desvenda segredos do Benfica” lança algumas farpas a Luís Filipe Vieira.

    “Vieira é um mau gestor do futebol”, o avançado italiano “Miccoli não ficou por culpa do presidente” e “Veremos se Camacho não é a próxima vítima” são algumas das frases proferidas por José Veiga na entrevista ao Record.

    A Bola passa ao lado das declarações de Veiga, preferindo destacar as consequências da vitória do Benfica frente ao Shakthar Donetsk, conseguida há dois dias.

    “Golos de Ouro” é a manchete de A Bola, segundo a qual a “Vitória do Benfica vale no mínimo dois milhões de euros”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.