Revista de imprensa nacional


 

Lusa/AO   Nacional   26 de Nov de 2007, 05:35

A conclusão sem sucesso das negociações do BCP com o BPI para a fusão das duas instituições e o sorteio para a fase de qualificação para o Mundial de 2010 estão hoje em destaque na imprensa lisboeta.
 O Público faz hoje manchete com o título “BCP e BPI romperam negociações para uma fusão amigável”, referindo que os bancos não chegaram a acordo sobre o valor de troca de acções.

    A proposta de fusão foi apresentada a 25 de Outubro pelo BPI, que oferecia meia acção sua por cada acção do BCP.

    Sobre este assunto, o Diário de Notícias escreve “Guerra pela liderança faz cair fusão BPI/BCP”, realçando que o banco liderado por Fernando Ulrich (BPI) terá decidido domingo cortar com as negociações.

    O Correio da Manhã diz que “Fernando Ulrich falha negociações para a fusão do BPI com o BCP”, enquanto o Jornal de Notícias titula “BPI e BCP falham acordo para criar gigante ibérico na Banca”.

    “BCP e BPI falham fusão amigável” foi o título escolhido pelo Jornal de Negócios, adiantando que Fernando Ulrich não abriu mão de um rácio de troca de 2 acções e Filipe Pinhal manteve o equilíbrio de 1,8.

    O económico avança ainda que o Millennium bcp antecipa assembleia-geral para Janeiro para eleger gestão.

    “Porque falhou a fusão” escreve o Diário Económico, realçando que Fernando Ulrich disse a Filipe Pinhal, líder executivo do BCP, na segunda-feira que aceitava ser seu vice-presidente.

    O DE diz também que Filipe Pinhal exigiu mais acções ao longo da semana, mas o BPI não cedeu.

    Em manchete, o Jornal de Notícias avança que “Taxas de reprovação na escola estão a subir”.

    O matutino adianta que de 1995 para 2005 aumentou 1,3 por cento, salientando que o insucesso disparou nas mudanças de ciclo.

    O Ministério da Educação, acrescenta ainda o JN, admite ensino desarticulado e patamares de exigência desnivelados.

    “Scolari satisfeito com sorteio” é outro título do JN, referindo-se ao sorteio da fase de grupos de qualificação realizado domingo em Durban na África do Sul.

    Portugal ficou integrado no grupo 1 da fase de apuramento para o Mundial de futebol de 2010, juntamente com a Suécia, Dinamarca, Hungria, Albânia e Malta.

    O Mundial de futebol vai realizar-se na África do Sul entre 11 de Junho de 11 de Julho de 2010.

    “Professores da educação Especial levam Governo a tribunal”, “Quem sofre de doenças raras vai ter plano nacional de apoio” e “TAP obrigada a reintegrar trabalhador condenado por tráfico” são outras chamadas de capa do JN.

    O Público destaca na primeira página “Mundial de 2010: Sorteio económico e um grupo difícil para Portugal” e “Maddie poderá ter sido morta por um intruso”.

    “Automóveis sem seguro matam 49” é a manchete do Correio da Manhã, citando dados do Fundo de Garantia Automóvel.

    De acordo com o diário, 49 pessoas morreram e 456 ficaram feridas na sequência de acidentes com automóveis sem seguro obrigatório, no primeiro semestre do ano.

    O Fundo de Garantia Automóvel identifica também dezenas de casos de contramão e atropelamentos com carros sem documento obrigatório, realça ainda o jornal.

    O destaque fotográfico do CM vai para o jogo FC Porto-Vitória de Setúbal que os dragões venceram por 2-0.

    O Diário de Notícias puxa para a capa uma fotografia do jogador Karembeu com o papel que colocou Portugal no grupo 1 da zona Europeia do Mundial de 2010 titulando “Rivais nórdicos para um mundial já sem Scolari”.

    O Diário de Notícias indica na sua edição de hoje que Manuel Monteiro teve conversações com elementos ligados ao Serviço de Informações de Segurança (SIS) sobre a entrada de militantes de extrema-direita portuguesa no Partido da Nova Democracia.

    O partido de Manuel Monteiro marcou reunião urgente para dia 01 de Dezembro em Aveiro, acrescenta o DN.

    O 24horas noticia “Detectives que os McCann contratam já foram presos”, realçando que estes foram acusados de espionagem em 1995.

    O diário puxa ainda para a capa “Vítor Manuel, de 6 anos, está desaparecido há mais de um mês” e “Portugal sortudo para o Mundial 2010”.

    O Diário Económico chama à primeira página uma entrevista com a procuradora-geral adjunta Maria José Morgado, titulando que “PGR [Procurador-Geral da República] investiga 36 processos na Câmara Municipal de Lisboa”.

    Na entrevista, Maria José Morgado garante que “o caso Bragaparques estará concluído este ano”.

    Na primeira página, o Jornal de Negócios refere que “Caixa [Geral de Depósitos] empresta 500 milhões” à Câmara Municipal de Lisboa.

    Na capa, o económico destaca uma entrevista ao embaixador dos Estados Unidos da América em Portugal, Alfred Hoffman, e faz ainda chamada de atenção para um suplemento semanal, intitulado “Investidor Privado”, que sairá às segundas-feiras com o JdN.

    O JdN realça ainda que vai assinalar ao longo das próximas duas semanas os dez anos do projecto Jornal de Negócios, que em 1997 nasceu na Internet.

    A vitória do FC Porto frente ao Vitória de Setúbal, o processo de renovação do lateral esquerdo do Benfica, Leo, e uma entrevista a Carlos Queirós preenchem hoje as primeiras páginas dos jornais desportivos.

    “Dupla terrível” é a manchete de O Jogo, jornal que destaca a vitória do FC Porto sobre o Vitória de Setúbal, por 2-0, no Estádio do Dragão, sublinhando que “Lisandro, Quaresma & Cª vão à Luz com 4 pontos de avanço”.

    O Record garante que “Léo estica a corda”, referindo que o lateral internacional brasileiro já avisou que a “renovação está nas mãos do Benfica”, rematando: “Não quero sair mas futebol é futebol”.

    Uma entrevista a Carlos Queirós, número dois da equipa técnica do MU, faz a primeira página de A Bola que destaca na sua manchete uma frase do treinador sobre um jogador do Sporting: “Miguel Veloso tem valor para jogar no Manchester”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.