Revista da Imprensa de Lisboa


 

Lusa/AO Online   Nacional   28 de Dez de 2009, 07:36

A apresentação da versão final para a revisão do Estatuto da Carreira Docente, os medicamentos pediátricos e o reforço de capital a 15 hospitais para reduzir dívidas aos fornecedores são alguns temas hoje em destaque na imprensa.

O Diário de Notícias destaca que "Ministra promete não prejudicar nenhum professor", referindo-se à apresentação hoje pelo Ministério da Educação aos sindicatos da versão final para a revisão do Estatuto da Carreira Docente.

O jornal diz que "Isabel Alçada destaca 'aproximação significativa' a sindicatos e garante que 'todos poderão progredir'".

"Descoberta proteína que protege dos efeitos da quimioterapia", "Condutores aconselhados a recusar testes de sangue", "Nigeriano causa novo susto no voo 253 para Detroit" e "Portagens da A5 também vão aumentar em 2010" são outras chamadas de capa do DN.

O Jornal de Notícias escreve que "Crianças usam fármacos sem garantia de eficácia", contando que "Metade dos medicamentos pediátricos são adaptações de tratamentos a adultos", "Metro cresce para fora de Lisboa", "Caso CTT: MP investiga depósitos de ex-governante e de gestor" e "'Operação Natal' termina com menos mortes mas mais acidentes".

"Polícia lança caça à multa" é a manchete do Correio da Manhã, realçando que "há pressão para aumentar receita do Estado" e que "GNR e PSP dão louvores aos guardas que se destacarem a autuar condutores".

O CM puxa ainda para a capa os títulos "Equipas de mergulhadores inspeccionam 88 pontes", "Prejuízos de 40 milhões nas hortas do Oeste" devido ao mau tempo, "Ricardo Salgado passa Ano Novo no Brasil" e "O Caso Lopes da Mota é um escândalo", diz António Pires de Lima, antigo bastonário da Ordem dos Advogados.

O Público adianta que "Fundações crescem mas sem transparência", salientando que o "Governo de Sócrates aprovou mais de meia centena desde 2005", "Irão: Violentos confrontos no dia mais mortífero desde os protestos de Junho", "Estradas da Madeira: Banca recusa empréstimo de 500 milhões" e "Barack Obama vai rever regras de segurança".

O i destaca que "Portugal é dos países que menos investe na família", de acordo com um relatório europeu, "Sporting: Negócios com PT e Câmara de Lisboa ajudam a reforçar plantel" e "[Ex-ministro das Finanças de Cavaco Silva] Braga de Macedo: 'O ministro das Finanças não tem poder. Mandam-no calar'".

O Diário Económico avança que "Governo injecta 70 milhões nos hospitais para pagar dívidas", contando que "dois dias antes do Natal, os ministérios da Saúde e da Finanças reforçaram o capital de 15 hospitais para reduzir as dívidas aos fornecedores".

"Cinco líderes apontam soluções para a crise", "Moçambique dá terrenos à Portucel para construir fábrica de celulose", "Temporal custa dois milhões à EDP" e "Saldos começam hoje com preços reduzidos para metade" são outros temas abordados no DE.

O Jornal de Negócios titula "O que vai mudar nos seus impostos em 2010", "Taxas de juro: Prepare-se para a subida", "Emigrantes enviam para Portugal menos 200 milhões de euros em 2009" e "Manuel Fino encaixava 88 milhões com recompra de acções à CGD".

O 24horas escreve que "Impressões digitais de Miguel estão na arma disparada", contando que "Jogador admitiu à polícia ter agarrado no revólver utilizado em tiroteio na discoteca", e "Detectadas irregularidades: ASAE vai andar em cima dos saldos que hoje começam".

A imprensa desportiva destaca hoje os novos reforços do Benfica, em especial a contratação do brasileiro Éder Luís, avançado do Atlético Mineiro, com os títulos "Benfica fecha Éder Luís" (O Jogo), "Éder Luís no Benfica" (Record) e "Aí estão os reforços: Kardec hoje em Lisboa, Airton só amanhã"


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.