Açoriano Oriental
"Quero levar produtos dos Açores ao Parlamento"
De visita à centenária Fábrica de Cerâmica Vieira, na Lagoa, a candidata regional ao parlamento europeu pelo CDS-PP, Emiliana Silva, reafirmou a intenção de ser embaixadora dos produtos açorianos em Estrasburgo. (Com ficheiro áudio)
"Quero levar produtos dos Açores ao Parlamento"

Autor: João Cordeiro
Salientando o papel da iniciativa privada no combate ao desemprego, a candidata açoriana que ocupa o quarto lugar na lista nacional dos democratas cristãos referiu a importância dos apoios institucionais às médias e pequenas empresas.

Evidenciando o bom exemplo da empresa de fabrico e venda de cerâmica que visitou durante cerca de uma hora, na manhã desta terça-feira, Emiliana Silva, lembrou que é necessário apoiar as empresas mais pequenas.

“São bons exemplos como este, de tradição e de valorização dos nossos produtos, que são fundamentais para o desenvolvimento da Região”, disse.

A candidata do CDS falou mesmo na “obrigação de manter os produtos tipicamente açorianos, procurando disponibilizá-los a toda a gente”, e estendeu essa estratégia à identidade, cultura e autonomia dos Açores.

“Pretendemos que toda a gente conheça, na Europa, aquilo que de melhor os Açores têm, e que toda a gente saiba que temos capacidade para produzir com qualidade”, revelou a candidata a sentar-se no Parlamento Europeu na próxima legislatura.

Para cumprir esta pretensão, Emiliana Silva comprometesse a levar para a Europa “o bule de chá que, gentilmente,” lhe foi oferecido na fábrica da família Vieira, assim como muito chá do Porto Formoso e da Gorreana, “porque a melhor forma de promover os Açores é mostrar o que cá se faz”.

A candidata prometeu ainda trazer eurodeputados e comissários à Região, se for escolhida para representar os Açores no Parlamento Europeu.
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.