Açoriano Oriental
PSD e PPM querem ouvir Governo dos Açores sobre alegada promiscuidade na Saúde

O PSD e o PPM dos Açores querem ouvir a secretária regional da Saúde a propósito de uma alegada "promiscuidade" entre público e privado na execução do programa "Vale Saúde", para reduzir listas de espera, anunciaram, esta quinta-feira, os partidos.

PSD e PPM querem ouvir Governo dos Açores sobre alegada promiscuidade na Saúde

Autor: Lusa/AO Online

Em causa está uma notícia dada pela RTP na quarta-feira, segundo a qual, a Clínica do Bom Jesus, em Ponta Delgada, não trata de todo o processo cirúrgico do "Vale Saúde", embora receba 100% da verba atribuída pela região.

"Esta denúncia de uma situação de promiscuidade entre os setores público e privado é muito grave, exigindo-se que o Governo Regional dê explicações aos açorianos sobre o caso", considera a deputada do PSD/Açores Mónica Seidi, citada em nota de imprensa do partido.

Já o PPM quer ouvir não só a governante com a tutela da Saúde, Teresa Machado Luciano, mas também a presidente do conselho médico da Ordem dos Médicos nos Açores, Isabel Cássio, que falou na reportagem à RTP.

As audições, a serem aprovadas, acontecerão na comissão de Assuntos Sociais do parlamento dos Açores.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.