PSD/Açores diz que secretário da Saúde mente "de forma descarada" sobre Solar da Glória

PSD/Açores diz que secretário da Saúde mente "de forma descarada" sobre Solar da Glória

 

Lusa/AO Online   Regional   3 de Jul de 2018, 15:49

O PSD/Açores acusou esta terça feira o secretário regional da Saúde, Rui Luís, de mentir "de forma descarada" sobre o processo de gestão e exploração do futuro centro de tratamento juvenil do Solar da Glória.

Recorrendo a um excerto em vídeo e ao diário das sessões do parlamento açoriano, o PSD/Açores lembra que Rui Luís disse, em 15 de março de 2017, que "foi atribuída à entidade que tinha experiência para o efeito, a ARRISCA, a responsabilidade de gestão" da referida infraestrutura.

"Esta afirmação está registada em vídeo e no diário das sessões da Assembleia Legislativa dos Açores", sinaliza o PSD/Açores.

E concretiza o partido: "As sucessivas mentiras sobre este processo revelam que estamos perante um Governo sem palavra e no qual os açorianos não podem confiar. Mas, o mais grave é que, ao fim de 10 anos de promessas, continua sem concretizar-se a abertura desta unidade de tratamento e reabilitação juvenil, causando um enorme prejuízo para o tratamento das dependências nos Açores".

Entretanto, o secretário regional da Saúde do Governo dos Açores garantiu que irá haver um "concurso para todas as entidades interessadas" em explorar o Solar da Glória.

Antes, o PSD/Açores havia questionado a decisão do Governo Regional de entregar à associação ARRISCA a exploração do Solar da Glória, onde vai funcionar a futura unidade de Tratamento e Reabilitação Juvenil da região, projeto anunciado há oito anos.

Com os deputados do PSD/Açores concentrados nas portas encerradas do imóvel, situado na freguesia do Livramento, na periferia de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, o parlamentar Carlos Ferreira manifestou-se contra a opção do Governo Regional de “atribuir diretamente o Solar da Glória à ARRISCA - Associação Regional de Reabilitação e Integração Sociocultural dos Açores, sem ouvir nenhuma outra instituição”.

O secretário da Saúde negou na resposta - rebatida esta terça feira pelo PSD/Açores - que o projeto tenha sido entregue à ARRISCA, prometendo durante "este mês" um concurso e um "caderno de encargos" abertos a "qualquer entidade".

O projeto do Centro de Tratamento e Reabilitação Juvenil, que vai ser construído no antigo Solar da Glória, foi apresentado pelo então secretário regional da Saúde, Miguel Correia, a 14 de setembro de 2010.

O centro conta com uma unidade de desintoxicação especialmente dirigida a jovens, com capacidade para 10 camas e uma unidade terapêutica de internamento prolongado com capacidade para 20 camas, para recuperar jovens e reinseri-los na sociedade e na família.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.