PSD/A diz que lavradores devem ser ressarcidos


 

Pedro Nunes Lagarto/AO online   Regional   15 de Out de 2007, 17:32

O PSD/Açores defende  que devem ser “ressarcidos” os agricultores que pagaram IRS após terem sido informados pelas Finanças que os subsídios comunitários destinados à compensação de redução de preços de venda passariam a ser tributados a 65 por cento, contra os 20 por cento de anos anteriores.
     Em requerimento enviado à Assembleia Legislativa dos Açores, os deputados social-democratas António Ventura e Mark Marques referem  que, apesar da suspensão das notificações de pagamento por parte da Direcção Geral dos Impostos, “muitos agricultores alteraram, por via do cumprimento de prazo estabelecido na notificação, a sua declaração fiscal, pagando mais impostos”.
Segundo  os parlamentares do PSD/Açores, a situação “acarretou para muitos agricultores consequências económicas e sociais”.
Os deputados do PSD/Açores pretendem, assim, saber se os lavradores açorianos que pagaram o “acréscimo de impostos” vão ser ressarcidos dos montantes pagos e se os agricultores que eventualmente recorreram à banca para efectuar esse pagamento também vão ser compensados.
Recorde-se que no final do mês de  Agosto, o presidente da Associação Agrícola de São Miguel, Jorge Rita,  alertou para a possibilidade de falência de muitas explorações das ilhas face à exigência das Finanças de novas tributações aos apoios recebidos por agricultores da região autónoma.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.