Açoriano Oriental
Covid-19
PS/Açores preocupado com efeitos da pandemia nos profissionais do turismo

O PS/Açores disse estar preocupado com os efeitos da pandemia de covid-19 no setor do turismo, criticando o silêncio do Governo Regional sobre as “inúmeras dificuldades” atravessadas pelos profissionais do setor turístico no arquipélago.


Autor: Lusa/AO Online

“Realça-se o facto de o PS continuar preocupado com o efeito desta pandemia, especificamente no setor do turismo. Os diversos agentes económicos estão a passar por inúmeras dificuldades”, declarou o deputado Rui Anjos aos jornalistas.

Rui Anjos falava depois de uma reunião que uma comitiva de deputados socialistas teve, esta terça-feira, com a Associação de Guias de Informação Turística dos Açores (AGITA), na delegação da Assembleia Regional em Ponta Delgada.

O socialista destacou que existe um “conjunto de medidas” de apoio ao setor criadas pelo anterior Governo dos Açores (liderado pelo PS), que “neste momento” precisam de ser “aprofundadas”

Contudo, Rui Anjos realçou que a estratégia delineada pelo anterior executivo tinha sido planeada para “não deixar ninguém de fora” e criticou o silêncio do atual governo, encabeçado pelo PSD, sobre as dificuldades atravessadas pelos profissionais do turismo.

“O que vinha detrás [do anterior executivo] estava a ser planeado para não deixar ninguém de fora. O que é estranho é que o atual governo não tenha dito nada sobre essa gente”, disse.

O deputado alertou para a necessidade de reforçar a formação dos guias turísticos e de criar programas turísticos remunerados.

Rui Anjos defendeu ainda a reivindicação da AGITA que pretende a criação de um certificado para os guias de animação turística.

“O que [os profissionais do turismo] reivindicam é trabalho. Trabalho, formação, certificação, portanto, preparar o futuro. Mas, entretanto, são pessoas estão extremamente necessitadas por remuneração e, neste momento, o que reivindicam é alguma bolsa de formação remunerada”, acrescentou.

Em 2020, os Açores registaram cerca de 766 mil dormidas, enquanto em 2019 tinham tido mais de três milhões.

PUB
 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.