Açoriano Oriental
PS/Açores denuncia atrasos no abastecimento à ilha das Flores

O PS/Açores denunciou esta sexta feira os atrasos “recorrentes” e a “imprevisibilidade” do abastecimento marítimo às Flores, que provocam “graves constrangimentos” aos empresários, criticando a “falta de vontade política” do Governo Regional em “resolver os problemas” da ilha.

PS/Açores denuncia atrasos no abastecimento à ilha das Flores

Autor: Lusa /AO Online

Em comunicado enviado às redações, o deputado regional socialista José Eduardo condenou os “sucessivos atrasos e atropelos que o transporte marítimo de mercadorias” para a ilha das Flores tem sofrido nos “últimos meses”.

“Estas situações de imprevisibilidade e irregularidade são difíceis de aceitar e justificar quando as condições de mar são boas, o que denota falta de vontade política do Governo em resolver os problemas das Flores”, lê-se na nota de imprensa,

José Eduardo refere que os atrasos no abastecimento são “agravados” pela “ausência de qualquer comunicação” aos empresários da ilha.

“A situação recorrente de atrasos no abastecimento à ilha coloca graves constrangimentos aos empresários de todos os setores de atividade, desde a construção, comércio, serviços, hotelaria, turismo, bem como a toda a população”, afirmou o deputado, citado no comunicado.

O PS exemplifica com o caso do navio ‘Karoline’ que deveria ter chegado à ilha na quinta-feira e que agora “apenas se prevê que chegue às Flores na segunda-feira”.

“O que o Governo Regional deve perceber é que situações deste género, que se têm repetido no último ano e meio, não são meros transtornos. Representam escassez de alguns produtos, prejuízos para os nossos empresários e ataques à qualidade de vida na ilha das Flores”, declarou José Eduardo.

O deputado considerou a situação “incompreensível” porque existe um navio “fretado e contratado exclusivamente para o abastecimento daquela ilha”, referindo-se à embarcação ‘Malena’, fretada para abastecer a ilha após o porto das Lajes ter sido destruído pelo furacão Lorenzo, em outubro 2019.

Até à chegada do ‘Malena’, entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020, as Flores estiveram sem ser abastecida durante cerca de um mês, provocando a escassez de vários bens na ilha.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados