"Programa 'Meus Açores, Meus Amores' tem sido um verdadeiro impulso ao turismo interno"

"Programa 'Meus Açores, Meus Amores' tem sido um verdadeiro impulso ao turismo interno"

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   4 de Fev de 2019, 11:26

A secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo salientou esta segunda-feira, em Ponta Delgada, que o programa 'Meus Açores, Meus Amores' tem sido “um verdadeiro impulso ao turismo interno” desde 2014, incentivando os residentes açorianos com mais de 60 anos a viajar dentro do arquipélago.


Marta Guerreiro que falava no Aeroporto João Paulo II,em Ponta Delgada, na partida do primeiro grupo de 2019 deste programa de turismo sénior, fez um balanço positivo da edição de 2018 e adiantou, citada em nota do Gacs, que, “uma vez mais, este ano, as inscrições superaram as expetativas, sendo preenchidas totalmente na primeira fase de candidaturas, para além de ultrapassarem o número de vagas”.



Este programa de época baixa e média vai envolver este ano 29 grupos, num total de cerca de mil pessoas de todas as ilhas dos Açores, que representarão um acréscimo de 6.000 dormidas na hotelaria regional.



Para a titular da pasta do Turismo, “esta medida representa mais uma excelente forma de distribuição de fluxos por todas as ilhas, bem como o combate à sazonalidade que ainda se faz sentir no setor”, para além de ser “uma responsabilidade do Executivo açoriano no que diz respeito ao desenvolvimento sustentável do turismo, principalmente ao nível social”.



Por seu lado, a secretária regional da Solidariedade Social, Andreia Cardoso que também esteve presente na partido deste primeiro grupo, salientou a importância desta iniciativa por possibilitar aos açorianos desta faixa etária conhecer os Açores, acompanhados por monitores e com planos de atividades diversificados.



“Hoje estamos na partida da primeira viagem deste ano, porque é na partilha que reside o sucesso de qualquer ação”, frisou Andreia Cardoso,igualmente citada na mesma nota, acrescentando que “é importante ver e ouvir o que sentem os participantes do programa, as suas expetativas e deixar-lhes a mensagem de que as nossas ilhas são de uma beleza impressionante, que deve ser conhecida e apreciada por todos os açorianos, independentemente da idade”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.