Primeira morte por Gripe A na Polónia


 

Lusa / AO online   Internacional   14 de Nov de 2009, 12:53

A Polónia registou o primeiro caso de morte associada à gripe A H1N1, anunciou hoje o responsável dos serviços médicos da região de Gdansk, Jerzy Karpinski.

"Os laboratórios médicos de Olsztyn acabam de confirmar a presença do vírus A H1N1 no corpo de um homem de 37 anos que morreu ontem (sexta-feira) às 17:00, no hospital de doenças contagiosos de Gdansk", declarou Karpinski a jornalistas.

A vítima fora hospitalizada primeiro em Puck (norte), onde lhe foi diagnosticada uma pneumonia aguda. Uma vez que o seu estado não parou de se agravar, foi transportado quinta-feira para Gdansk, vindo a morrer na sexta-feira devido a complicações respiratórias.

A Polónia recusa de momento comprar vacinas contra a gripe A H1N1, por considerar que ainda não foram suficientemente testadas pelas autoridades médicas.

O primeiro-ministro polaco, Donald Tusk, acusou as sociedades farmacêuticas de procurarem descarregar sobre os governos a responsabilidade por eventuais efeitos secundários das vacinas contra a gripe, justificando assim a recusa da Polónia de as adquirir.

No total, 237 casos de gripe A H1N1 foram diagnosticados no país.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.