Presidente da República elogia Serviço Nacional de Saúde à saída do hospital

Presidente da República elogia Serviço Nacional de Saúde à saída do hospital

 

Lusa/AO online   Nacional   31 de Dez de 2017, 18:23

O Presidente da República elogiou este domingo o Sistema Nacional de Saúde (SNS), onde disse ter sido tratado de forma "inexcedível", à saída do Hospital Curry Cabral, em Lisboa, depois de operado na quinta-feira a uma hérnia umbilical.

Marcelo Rebelo de Sousa agradeceu à equipa médica, pessoal de apoio, à unidade hospitalar “e, no fundo, ao SNS” o apoio e a forma “inexcedível” como foi tratado nestes três dias de internamento.

O Presidente manifestou-se “feliz por ter feito uma escolha” que foi a de fazer a sua intervenção cirúrgica no SNS, “onde era natural que fosse”.

“Com todos os altos e baixos, o que tem de bom e o que tem de mau, o SNS é uma conquista da democracia portuguesa muito importante e eu desejo as maiores felicidades agora, neste começo de ano em que vai ter, como é todos os anos, um surto de gripe para enfrentar e certamente enfrentará bem”, afirmou o Presidente.

Deixou ainda “uma palavra especial” para os que estão internados, salientando que com alguns deles “privou neste último dia do ano”.

“Merecem uma palavra especial os que estão internados em unidades hospitalares ou semelhantes ou os que estão doentes em casa. Portanto, o meu pensamento está com eles e desejo umas entradas melhores do que as saídas”, afirmou o Presidente aos jornalistas.

À saída, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma salva de palmas do pessoal e alguns doentes que se encontravam na entrada do hospital, recebeu cumprimentos e tirou algumas ‘selfies’.

O chefe de Estado foi operado a uma hérnia umbilical na quinta-feira no Hospital Curry Cabral, em Lisboa.

A intervenção cirúrgica estava prevista para o início de janeiro, mas foi antecipada depois de o médico da Presidência, Daniel Matos, ter diagnosticado uma hérnia estrangulada, o que obrigou a uma operação de urgência.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.