Râguebi

Portugal vai tentar "vingar" a Roménia no Jamor

Portugal vai tentar "vingar" a Roménia no Jamor

 

Lusa / AO online   Outras modalidades   21 de Nov de 2007, 17:30

A selecção portuguesa de râguebi vai defrontar a Roménia, em jogo do Torneio Europeu das Nações, no Campo de Honra do Estádio Nacional, naquele que será o primeiro encontro dos "Lobos" depois da participação histórica no Mundial2007.
No dia 1 de Dezembro, Portugal vai abandonar o tradicional Estádio Universitário, onde tem actuado nos últimos anos, e mudar-se de "malas e bagagens" para o Jamor, onde vai tentar "vingar" a derrota com os romenos sofrida na Taça do Mundo, na cidade francesa de Toulouse.

"É uma aposta grande que estamos a fazer. Esperemos que não chova para as pessoas irem ao estádio mas estamos a apontar para cerca de 10 mil pessoas para ganharmos na desforra com a Roménia", revelou o presidente da Federação Portuguesa de Râguebi, Didio de Aguiar, à Agência Lusa.

Caso o encontro no Jamor seja um sucesso, o dirigente adiantou que a equipa lusa poderá continuar a realizar os seus jogos no Estádio Nacional mas também existe a hipótese de efectuar as partidas "noutros pontos de Portugal".

"Temos autarquias, como o Porto, Vila Nova de Gaia e Coimbra, que já demonstraram interesse em receber a selecção. Isso será decidido jogo a jogo, e nesta fase poderá ser benéfico para o desenvolvimento da modalidade no resto do país", explicou Didio de Aguiar, que deverá ser, nos próximos dias, reconduzido na presidência da FPR por mais quatro anos.

Por seu turno, o técnico da selecção portuguesa, Tomaz Morais, mostrou-se satisfeito que o encontro frente à equipa de Leste seja no "estádio principal da selecção râguebi" e adiantou que espera os "Lobos" sejam bem recebidos no primeiro jogo em casa depois participação no Mundial.

 "É um bom momento para se poder receber bem a selecção em Portugal no nosso estádio principal por tudo o que fizemos no Mundial. É um momento para também tentar bater recorde de número de espectadores num jogo de râguebi em Portugal", referiu o treinador à Lusa.

O "mentor" da qualificação inédita de Portugal para o Mundial lembrou que, caso os "Lobos" consigam preencher metade dos 35 mil lugares do Jamor, "será um feito que há um tempo atrás seria impensável".

 "Vai permitir fazer uma festa maior no dia do râguebi. Caso seja um sucesso e continuemos a jogar no Estádio Nacional será mais um passo ambicioso e é assim que o râguebi pode continuar a crescer", afirmou Tomaz Morais.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.