Política

Portugal sem risco acrescido de terrorismo

Portugal sem risco acrescido de terrorismo

 

Lusa/AO online   Nacional   4 de Out de 2010, 18:24

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, disse esta segunda-feira em Bruxelas que os serviços de informações “estão a acompanhar a situação” de ameaças terroristas e garantiu que não há de momento qualquer indicação de “risco acrescido” para Portugal.
Amado, que falava em Bruxelas onde participa na cimeira ASEM (Europa-Ásia), comentava os alertas das autoridades norte-americanas sobre a possibilidade de eventuais ataques terroristas na Europa, designadamente no Reino Unido, França e Alemanha.

“Os serviços de segurança e informações estão a acompanhar a situação, em contacto com os serviços aliados (…) Não temos nenhuma indicação neste momento de qualquer risco acrescido em relação a Portugal”, declarou.

Questionado sobre um eventual reforço da segurança para a cimeira da NATO, que se celebra em Lisboa a 19 e 20 de Novembro, Amado limitou-se a dizer que as medidas que têm sido tomadas “são as medidas que se impõem neste momento”, e escusou-se a “entrar em pormenores”, até por não ser uma área da sua competência directa

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.