Portugal repete "onze" no Azerbaijão

Portugal repete "onze" no Azerbaijão

 

Lusa/AO   Futebol   17 de Out de 2007, 10:14

A selecção portuguesa de futebol, com o mesmo “onze” que venceu sábado o Azerbaijão por 2-0, pode ficar hoje a apenas quatro pontos do Europeu, caso triunfe no Cazaquistão em mais um jogo de apuramento.
Sem Simão, com Nuno Gomes já em Portugal e com Makukula na comitiva, o seleccionador luso, Luiz Felipe Scolari, mantém a equipa e aposta tudo na vitória, apesar do empate até bastar para Portugal, actualmente na segunda posição do Grupo A, continuar a depender apenas de si para marcar presença em 2008 na Áustria e Suíça.

    Depois do triunfo no Azerbaijão, com golos de Bruno Alves e Hugo Almeida ainda na primeira parte, a selecção lusa ascendeu ao segundo lugar, também beneficiando dos empates a zero da Sérvia, na Arménia, e da Finlândia, na Bélgica.

    Assim, Portugal tem meio caminho aberto para novo Europeu e hoje, em Almaty, apresenta-se quase garantidamente com Ricardo na baliza, uma defesa com Miguel, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Paulo Ferreira, um meio-campo com Miguel Veloso, Maniche e Deco e um ataque com Cristiano Ronaldo, Ricardo Quaresma e Hugo Almeida.

    A selecção portuguesa soma duas vitórias nos confrontos com o Cazaquistão, embora nunca tenha actuado na condição de visitante: 1-0, em Chaves, a 20 de Agosto de 2003, num particular que marcou a estreia de Cristiano Ronaldo, e 3-0 no Bessa, a 15 de Novembro de 2006, já na fase de apuramento para o Europeu de 2008.

    O conjunto cazaque nunca esteve na corrida à fase final, mas já roubou pontos a vários candidatos, começando até por empatar a zero na Bélgica, no primeiro encontro do grupo, apresentando como maior “troféu” o triunfo em casa sobre a Sérvia (2-1, a 24 de Março).

    O encontro entre Portugal, orientado por Flávio Teixeira, vulgo Murtosa, já que Scolari cumprirá o segundo jogo de castigo, e o Cazaquistão, do grupo A de apuramento para o Europeu de 2008, tem início às 20:00 locais (15:00 em Lisboa), no Estádio Tcentralny, em Almaty, com arbitragem do holandês Jan W. Wegereef.

    No que respeita aos outros jogos de um dia em que Polónia e Finlândia folgam (têm mais um jogo disputado que Portugal), a Sérvia está obrigada a vencer no Azerbaijão para continuar a sonhar com o Europeu, enquanto as já afastadas selecções da Bélgica e Arménia cumprem calendário em Bruxelas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.