Portugal deve apostar no turismo médico


 

Lusa / AO Online   Nacional   30 de Out de 2009, 11:27

O turismo médico deve ser uma aposta de diferenciação do turismo português, defende Nazir Sacoor, presidente-executivo do Longevity Group, que esteve em Londres para apresentar um empreendimento em construção em Monchique.
O clima, golfe, praias, gastronomia, localização geográfica e a segurança são factores importantes, disse à agência Lusa, para atrair turistas que procuram serviços médicos.

É esta a ideia por detrás do Longevity Wellness Resort, um empreendimento que “casa” o turismo com serviços de medicina anti-envelhecimento, como programas de desintoxicação e emagrecimento.

O mercado-alvo dirige-se a executivos e empresários, descreve, “que têm muito stress e pouco tempo para exercício físico e cuja alimentação não é equilibrada”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.