Açoriano Oriental
Polícia Municipal de Ponta Delgada projeta ações de sensibilização nas escolas

A Polícia Municipal de Ponta Delgada, nos Açores, projeta desenvolver "a curto prazo" ações de sensibilização nas escolas do concelho, em cooperação com a PSP, reiterando que vai contratar, até final do ano, 15 novos agentes, foi hoje anunciado.

Polícia Municipal de Ponta Delgada projeta ações de sensibilização nas escolas

Autor: Lusa

Num comunicado divulgado pela Câmara de Ponta Delgada, que tutela a Polícia Municipal, a autarquia destaca que aquela polícia intensificou, ao longo do ano, as ações de fiscalização no concelho, apostando "num novo paradigma de proximidade ao munícipe" em colaboração com os executivos das Juntas de Freguesia.

“A Polícia Municipal tem vindo a incrementar as suas ações de acordo com as áreas de intervenção da sua competência, nomeadamente na vigilância dos espaços públicos, fiscalização rodoviária, ambiental e na área do urbanismo”, sublinhou o diretor do Departamento da Polícia Municipal de Ponta Delgada, Edgar Ferreira, citado na nota.

Depois de ter sido criada uma equipa de trabalho que, numa fase inicial do projeto, reuniu com quase todos os executivos de Juntas de Freguesia do município, o responsável assume como objetivo "a curto prazo" desenvolver ações de sensibilização nas várias escolas do concelho.

“Essa mesma equipa irá alargar a sua intervenção de forma a abranger as escolas do concelho, com diversas ações de sensibilização, nomeadamente nas áreas da prevenção rodoviária e ambiental, em cooperação com o Programa Escola Segura da PSP”, explicou Edgar Ferreira, que assumiu o cargo de diretor da Polícia Municipal de Ponta Delgada em fevereiro deste ano.

Ainda de acordo com o responsável, os elementos da Polícia Municipal têm vigiado diariamente, em coordenação com a PSP, as artérias da cidade onde se regista "maior aglomeração de cidadãos" e os espaços envolventes às escolas e jardins públicos.

A Polícia Municipal de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, conta atualmente com 25 agentes no seu quadro, tendo o presidente da autarquia, Pedro Nascimento Cabral, anunciado em maio a contratação de 15 novos agentes, até final deste ano, reforçando em 60% o número de efetivos.

A Polícia Municipal é uma polícia administrativa e não tem competências do foro criminal, que estão reservadas aos órgãos de polícia criminal.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados