Plano de contingência para pandemia de gripe das aves concluído em 2008

Plano de contingência para pandemia de gripe das aves concluído em 2008

 

Lusa / AO online   Regional   4 de Dez de 2007, 15:24

O plano de contingência dos Açores para deter uma eventual pandemia de gripe das aves deverá estar concluído durante o primeiro semestre de 2008, anunciou a directora regional de Saúde.
Teresa Brito, que falava em Ponta Delgada antes de reunir com vários representantes das Administrações Regionais de Saúde do Continente e Madeira, adiantou que tem sido feito um trabalho gradual na Região, mas que "nunca estará totalmente concluído".

"Há que manter os planos sempre actualizados, porque nunca estarão totalmente concluídos", afirmou Teresa Brito, alegando que os trabalhos com vista à criação de um plano de contingência regional tiveram início em Julho.

Segundo disse, os representantes açorianos já realizaram uma reunião de trabalho com a Direcção-Geral da Saúde em Outubro e estão agendadas novos encontros para o próximo ano.

Sublinhando que nenhuma região pode afirmar que está totalmente preparada para uma pandemia, Teresa Brito alega que a melhor forma de fazer face a uma eventual cenário de gripe das aves em larga escala é actualizar permanentemente os planos.

Neste âmbito, adiantou que durante três dias 16 representantes das Administrações Regionais de Saúde do Algarve, Norte, Centro, Madeira e Açores vão "trocar experiências, adequar metodologias e recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) em relação à pandemia".

"É mais uma etapa deste trabalho", frisou a directora açoriana de Saúde, acrescentando que apenas a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo não está presente no encontro.

Teresa Brito explicou, também, que os planos de contingência visam avaliar os riscos e estipular recurso e metodologias a usar num cenário real de pandemia, tais como cuidados primários e hospitalares, planos de equipamentos, vacinas, medicamentos e relações com a comunicação social. 

Estão ainda previstas medidas de articulação com os serviços de Veterinária, Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros, autoridades policiais e empresas.

Para quinta-feira está agendada uma reunião do Núcleo Operacional de Contingência Regional para a pandemia da gripe das aves, composto por vários profissionais do Serviço Regional de Saúde que tratam áreas como internamento, ambulatório, saúde pública e laboratório, indicou a responsável.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.