Refugiados

Pedidos de asilo aumentaram 10 por cento entre Janeiro e Junho


 

Lusa / AO online   Internacional   21 de Out de 2009, 19:06

O número de pedidos de asilo apresentados a países industrializados aumentou 10 por cento durante os primeiros seis meses deste ano, em parte devido à degradação da segurança em países como o Afeganistão e a Somália.
Números divulgados pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), revelam que entre Janeiro e Junho deste ano foram depositados "um total de 185.000 pedidos de asilo", dos quais cerca de 80 por cento são de cidadãos afegãos e somalis.

Cerca de 12 mil afegãos e 11 mil somalis pediram asilo em cerca de 40 países industrializados, segundo um comunicado do ACNUR.

Ainda assim, os iraquianos continuam a liderar "pelo quarto ano consecutivo" os pedidos (13.200), referiu ainda o Alto Comissariado, destacando, no entanto, que o número decresceu 32 por cento face ao mesmo período de 2008.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.